quarta-feira, 30 de abril de 2008

"Marconi Ferraço” Itabunense

O pré-candidato a prefeito de Itabuna, "Pingue-Pongue" , é um “fanfarrão”, ele fala em todas as rádios de Itabuna que apenas ele tem a fórmula para Itabuna “crescer”. Pois ele já vendeu “quebra-queixo” quando criança e hoje é um homem “milionário”.
Porém, esse cidadão antes de entrar na política não baixava o vidro da sua "Mitsubishi full" preta para nada e para ninguém. Ele nunca ajudou a nenhum pobre, ou melhor, nunca ajudou a solucionar os graves problemas sociais de Itabuna. Ele nunca fez nada para melhorar o bairro (Manoel Leão), onde a empresa dele está instalada, por conta disso os moradores do bairro não querem saber dele.
Por quer ele não fez uma creche para as crianças pobres de Itabuna ficar durante o dia? Por quer ele não ajuda as entidades filantrópicas de Itabuna?
É necessário ter serviço prestado na cidade para pensar em ser candidato a qualquer cargo eletivo, não é apenas falar que é “milionário’ que será bem votado.
Pede para saí "Pingue-Pongue" , o povo não está mais “bobo”. Algumas pessoas na cidade já estão falando que você é o “Marconi Ferraço” Itabunense.

O resultado ruim é por causa do baixo QI dos alunos

Depois que o curso de Medicina da UFBA foi mal avaliado no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2007 , o coordenador do curso de Medicina da Universidade Federal da Bahia, professor Antonio Natalino Manta Dantas, em entrevista para a rádio Band News, esta manhã, disse que os alunos são responsáveis pela nota baixa no Enade, por possuírem um QI [coeficiente de inteligência] baixo. "O resultado ruim é por causa do baixo QI dos alunos. É uma coisa que precisa ser desmistificada essa suposta inteligência do baiano. isso não existe", afirmou. E completa: "Um dos símbolos da Bahia é o Berimbau e não é o tipo de instrumento para pessoas inteligentes; é para o indivíduo que tem dificuldade; não estimula os neurônios porque tem uma corda só e não precisa de muita celebração." O reitor da UFBA, Naomar Almeida, se disse indignado com as declarações, mas não revelou qual postura será adotada. Veja a entrevista na íntegra aqui.
(Daniel Pinto/Lívia Cortizo)

Política,gente e poder

Roberto Barbosa é candidato a candidato à Prefeitura daqui de Itabuna, PP, como é empresário-executivo-dono Minas Aço, habituado a faturar fortunas, habitué em ganhar muito. Fonte credenciada me informa, diz.

Roberto Barbosa não tem suficiente espaço, não tem tempo para receber pagamentos, descontar cheques de importância pequena, de valor menor. Ele só tem tempo para milhões. Roberto Barbosa é consolado por milhões.

Juçara Feitosa, para quem gosta de começar pelo começo, antecipei aqui neste Diário do Sul, com direito a manchete, é candidatíssima a prefeita de Itabuna, pela legenda do Partido dos Trabalhadores, PT.Juçara Feitosa. Articulistas políticos, opinião pública, sociedade, partido, eleitor, já perceberam, percebem que Dona Juçara é candidatíssima. Ela está se articulando, se movimenta, está em campanha.

Eduardo Anunciação

Parceria com o jornalista Dimas Oliveira

O Blog “Políticos do Sul da Bahia” firmou uma parceria com o blog mais acessado da região de Feira de Santana, o “Blog Demais ”, que tem como administrador o conceituado jornalista Dimas Oliveira.
É só clicar no link abaixo.

Missão impossível

Tem pré-candidato a prefeito em Itabuna que tem 1% de intenção de votos e 12% de rejeição.
E ainda acredita que tem chances de ser empossando prefeito de Itabuna no dia primeiro de janeiro de 2009.
Sonhar não custa nada....

terça-feira, 29 de abril de 2008

Site do Pimenta na Muqueca

Os companheiros do ‘Pimenta na Muqueca”,mais uma vez saíram na frente.
Além do blog, o Pimenta agora tem um site, o endereço é: http://www.pimentanamuqueca.com.br/
Parabéns para o colega Ricardo Ribeiro, tanto o visual como o conteúdo estão ótimos.

1º ENCONTRO DE LIDERANÇAS DO PRB EM ILHÉUS

O Partido Republicano Brasileiro – PRB, realizou nos dias 24 e 25/04/2008 (QUINTA E SEXTA-FEIRA) o “1º ENCONTRO DE LIDERANÇAS DO PRB”, o qual teve a participação também de lideranças de outros partidos tais como: PSDC, PSB, PCdoB, PV, PT, inclusive o Prefeito Newton Lima, onde DISCUTIRAM POLÍTICAS PÚBLICAS para ILHÉUS.

Política,gente e poder

Fernando Gomes, prefeito de plantão daqui de Itabuna, Democratas. Capitão Azevedo, vice-prefeito, candidato a candidato a prefeito, Democratas. Capitão Fábio, deputado estadual, pré-prefeiturável, PMDB. Um deles vai ser descartado nos próximos dias por Fernando Gomes. A pergunta é a seguinte: Qual é o galo que o senhor Fernando Gomes está cozinhando? Capitão Azevedo? Capitão Fábio? O cenário beneficia Capitão Fábio. Azevedo pode virar soldado.
Capitão Fábio. É compreensível, aceitável o candidato a candidato à Prefeitura daqui de Itabuna, capitão Fábio, não recusar conversas, não recusar diálogos com representantes de partidos, legendas, siglas adversárias. Incompreensível, inaceitável é o capitão Fábio trocar conversas, diálogos assumindo compromissos formalizados com o prefeito Fernando Gomes. Nesta direção, eis equilíbrio difícil para o contribuinte-eleitor compreender, aceitar.
Eduardo Anunciação

Coriolano Sales é internado no Hospital São Vicente

Na tarde de hoje (29), deu entrada na UTI do Hospital São Vicente com quadro de infarto no coração o ex-deputado federal Coriolano Sales.
Neste exato momento, ele está sendo submetido a um exame de cateterismo para avaliação do quadro, sob os cuidados médicos da equipe de Hemodinâmica do Hospital São Vicente.
Neste sábado(03), Coriolano Sales iria lançar a sua pré-candidatura a prefeito de Vitória da Conquista, às 09.00h, no Auditório Carmem Lúcia na Câmara de Vereadores.
Herzem Gusmão

Conto do Vigário... Outra Historia Para Boi Dormir.

Zelão, lembra: - Gato escaldado, tem medo até de água fria.
“Mêos Manos”! Pode não ser essa a expressão correta, mais me parece a mais próxima da realidade dos fatos políticos atuais de Itabuna. A reunião convocada pelo PMDB, PSB e PCdoB, para a formalização da “Frente dos Partidos Aliados ao Governo Wagner”.
O que transpareceu logo no início, foi que o PT, estrategicamente orquestrou a reunião e, matreiramente se deixou convidar para a esperada festança. Para tanto, utilizou seus dois mais freqüentes aliados; o PCdoB e o PSB e de quebra o PMDB como “boi-de-piranha”.
Ao colocar as discussões sobre a premissa de que; o grande inimigo a ser enfrentado era o DEM e o prefeito Fernando Gomes, propositadamente o presidente do PSB, Aurélio Macedo (na sua verberação acadêmica), esqueceu de mencionar dois fatos importantes: - O possível apoio de Fernando ao capitão Fábio (PMDB) e a rejeição popular a “Mesmice”, na qual se engloba os governos de Geraldo Simões (PT).
Os signatários do convite, PSB e PCdoB, sabidamente lutam desde o começo entre si, para ver quem será o ungido por Geraldo na escolha do seu vive. O acordo entre eles, assim como produtos perecíveis, tem data de validade: - Não passa da data do anúncio da escolha (caso o escolhido não seja do PTB).
Alguns dos presentes criticaram o doutor Renato Costa (pelo que chamaram de velhas lamentações), quando ele lembrou que o PT não merecia credibilidade para firmar acordos políticos, por fatos recentes que comprovam.
Quando inquirido por Val Cabral, se o PT aceitaria abrir mão da primazia de ser “cabeça-de-chapa”, titubeante, o presidente do diretório municipal, Eduardo Barcelos, saiu pela tangente, ao dizer que o partido ainda iria realizar suas prévias internas, como a quase afirmar que; se “por um acaso” Irumam Contreiras vier a vencer, o PT pode até vir a estudar a possibilidade de desistir da candidatura própria. Mas, como tudo indica, se prevalecer a “imposição” do nome de Juçara Feitosa, fica tudo a critério de Geraldo Simões.
Muitos dos representantes dos partidos presentes se manifestaram desconfiados e pediram maior clareza nos objetivos das propostas. Escaldados, ninguém quer mais comprar “gato por lebre”, muito menos, caírem ingenuamente em “conto do vigário”.
Enquanto julho não vem, muita água ainda passará sob a ponte. Muitas candidaturas poderão ser tragadas pelas águas barrentas e acabarem encalhadas em uma das praias de Ilhéus. Enquanto não vem, deixo aqui para reflexão, uma frase de pára-choque de caminhão que bem se aplica ao fato: - “O mal do sabido, é pensar que todo mundo é besta”.

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Forró da Jacutinga

Anote em sua agenda, Forró da Jacutinga 31/05/2008, a festa de camisa mais tradicional de Itabuna.
Como sempre o promotor de eventos, Ico Oliveira, está organizando uma baita festa, com atrações de peso, como Vixe Mainha,Saia Rodada, Furacão do forró e muito mais.
Será 31/05 as 15 H no Espora de Ouro.

Partidos buscam convergências

Conforme noticiado, na manhã do último sábado(26/04), partidos ligados as bases de sustentação do governo Jaques Wagner, estiveram reunidos pela primeira vez, na tentativa de encontrarem convergências que viabilizem a formação de uma chapa de consenso, para disputar as próximas eleições em Itabuna, contra o que os organizadores denominaram de forças adversárias, representada pelo DEM, e mais diretamente pelo apoio do prefeito Fernando Gomes. Todos os partidos convidados estiveram presentes através dos seus dirigentes municipais, ou representados. Dirigentes dos partidos que assinaram o convite; Alberto Martins Oliveira – PMDB, Ramon Cardoso dos Santos – PCdoB e Aurélio Macedo – PSB coordenaram os trabalhos.
Foram anunciados no início da reunião os objetivos da proposta, baseada no fato de que; somente unidos os partidos ligados ao Governo do Presidente Lula e ao Governo Jaques Wagner, poderiam propor a população uma verdadeira retomada do desenvolvimento e da recuperação da autoestima da população, que foram degradadas pelo atual governo do prefeito Fernando Gomes.
A proposta, logo de início suscitou dúvidas na maioria dos presentes, pela sua formulação, que deixava a entender, que o PT, por ser o partido dos dois governantes, era o indicado a priori, para liderar o movimento. Usando da palavra, Gerson Menezes, representando o diretório municipal do PSDB e o seu presidente o jornalista José Adervan, lembrou que o PSDB na Bahia, era um dos partidos da base do governo Wagner, mas que, no entanto, no plano nacional, era oposição ao governo Lula.
Os vereadores Luiz Sena e Edson Dantas, uniram-se na tese de que a provável frente de partidos deveria nascer de uma proposição mínima sobre projetos comuns para Itabuna e daí evoluir para a proposição de nomes, baseados naqueles que estivesse melhor nas pesquisas eleitorais. A proposição foi de logo contestada por vários dos presentes, que alegaram que a criação da frente de partidos, não poderia se basear em falsas premissas que poderiam surgir sobre pesquisas extemporâneas, realizadas em torno de candidaturas que por si sós, não conseguiram mobilizar até então a população itabunense. Alegaram que se a frente for formada, deverá ter como base um projeto novo de administração e nomes que representem à verdadeira mudança.
No meio da reunião, o doutor Renato Costa usou da palavra, para expressar a sua desconfiança, quanto às verdadeiras intenções da proposta de criação da frente, tendo a participação do PT, lembrando experiências anteriores, nas quais, os acordos não foram cumpridos pelos dirigentes petistas. Em tom conciliatório, o presidente do diretório municipal do PT, Eduardo Barcelos, lembrou que erros foram cometidos de ambas as partes, mas que faziam parte da história e do próprio aprendizado político, contudo não deveriam servir de motivo para a inviabilização da formação da referida frente. Adiantou ainda, que o PT, aceitaria uma decisão que representasse o consenso dos partidos, mesmo que ela representasse a retirada de uma candidatura própria.
Ao final da reunião, ficou marcada uma próxima, a ser realizada no dia 03 de maio, sábado, na sala das Comissões Técnicas da Câmara de Vereadores de Itabuna. Na qual, os partidos presentes deverão apresentar uma pauta mínima de propostas, que posteriormente possam servir de base para a construção do consenso comum para a formação do projeto de governo da frente de partidos.

DEM lança pré-candidatura de Clóvis Ferraz



Na noite da última 6ª feira (25), o Partido Democratas, com o auditório da Câmara de Vereadores totalmente ocupado, lançou a pré-candidatura a prefeito de Vitória da Conquista do deputado estadual Clóvis Ferraz.
O evento contou com a presença do ex-governador da Bahia Paulo Souto e dos deputados federais ACM Neto, José Carlos Aleluia, Fábio Souto e Jorge Khoury. O prefeito de Feira de Santana José Ronaldo e os deputados Heraldo Rocha e Paulo Azzi também prestigiaram o ato político.
Da cidade foram registradas presenças dos vereadores Carlos Gentil e Edivaldo Ferreira ambos do PMDB, Eduardo Mesquita (PHM), Joel Fernandes (PTN), José Wlliam, Irma Lemos e Lúcia Rocha do DEM. A participação do ex-prefeito José Pedral (PPS) foi notada merecendo destaque dos oradores.
Nos discursos, o presidente do DEM Paulo Souto, ACM Neto, José Ronaldo e Clóvis Ferraz destacaram e valorizaram as presenças dos pré- candidatos a prefeito Herzem Gusmão (PSDB), Abel Rebouças (PMDB, Nelson Brito (PSC) e Esmeraldino Correia (PDT). As principais lideranças do DEM falaram que é importante a união dos partidos em torno de uma candidatura que possa ganhar as eleições de 5 de outubro.
Herzem Gusmão

sábado, 26 de abril de 2008

O apoio de Fernando (1)

Quando comentei aqui que o prefeito Fernando Gomes estava de malas prontas para o PMDB do ministro Geddel Vieira Lima, alguns peemedebistas disseram que tudo não passava de uma invencionice da coluna. Que o comentário tinha o intuito de tumultuar o diretório municipal do PMDB, já que Renato Costa e ex-petistas, como Veridiano, por exemplo, não concordariam com a filiação do democrata (DEM). Agora, essas mesmas pessoas já admitem que Fernando Gomes pode ir para o PMDB assim que passar a eleição de 2008, independente do sucesso eleitoral ou não do Capitão Fábio. Não sei o que pensa o bom médico Renato Costa em relação à entrada do prefeito no partido, se é contra, a favor ou, como diz a música, “não tô nem aí”. A opinião de Renato é importante, já que é o coordenador político da pré-candidatura do Capitão Fábio a prefeito de Itabuna.
O apoio de Fernando (2)
É evidente que o apoio de Fernando Gomes não pode ser menosprezado, mesmo com as pesquisas mostrando um alto índice de rejeição ao prefeito. O que fica estranho é querer o apoio do prefeito e, ao mesmo tempo, ficar dizendo que não quer. Aliás, quando alguém quer de verdade o apoio de um determinado político, a primeira coisa que faz é tirar uma fotografia do seu lado.
O apoio de Fernando (3)
O pré-candidato do DEM, Capitão Azevedo, merecidamente pré-candidato, quer o apoio do alcaide de verdade, sem nenhum tipo de constrangimento. Impossível é querer ter o apoio de Fernando e, concomitantemente, do PC do B de Luis Sena, PSB de Edson Dantas, PMN de Carlito do Sarinha, PPS de Anísio Alcântara e PR de Roberto de Souza. Tenha santa paciência!
Marco Wense

Juçara diz que ministros e secretários farão piseiro em Itabuna

A pré-candidata a prefeita de Itabuna, Juçara Feitosa (PT) disse em entrevista ao jornal Diário do Sul que vai priorizar a reestruturação do sistema de saúde pública e investir na recuperação dos bairros, além de ampliar os programas sociais. Na entrevista, Juçara defendeu a união em torno de um projeto de desenvolvimento para Itabuna e disse que sente orgulho de receber o apoio de Geraldo Simões. “Os ministros e secretários farão ´piseiro` em Itabuna”, afirmou, referindo-se ao o apoio do governador Jaques Wagner e do presidente Lula.
Clique aqui e veja a íntegra da entrevista.

“Eu sinto orgulho por Geraldo me apoiar. Ele sabe da minha competência, confia no meu trabalho”
Uma mulher de voz forte, olhar seguro e que ao mesmo ...

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Segundo módulo do Curso de Extensão em Jornalismo Digital

Com a presença do professor Alberto Oliveira , será realizado neste sábado (26), na FTC Itabuna, o segundo módulo do Curso de Extensão em Jornalismo Digital promovido pela Rede de Ensino FTC. "Jornalismo, multivocalidade e participação" será o tema principal da aula, que vai tratar sobre blogs jornalísticos, sistemas de envio automático de dados, a importância da internet para jornalistas atuantes em diversos meios, entre outros assuntos. Foram convidados os profissionais de imprensa do eixo Itabuna/Ilhéus.

Sucessão em Pau Brasil

Tivemos acesso a uma pesquisa feita em Pau Brasil, a situação não está fácil para o atual Prefeito, Prado (PMN). Segue abaixo o resultado.
Dr.Alberto. PSDB-46%
Prado. PMN-40%
Sérgio Gomes. PMDB-3,7%
Nizan PSB-3%
Heto PSOL-1%
Indecisos -6,3%
Rejeição.
No quesito rejeição, o atual Prefeito,Prado (PMN) lidera,tem 39%, logo atrás vêm Sérgio Gomes (PMDB), 25%, o candidato do PSDB, Dr. Alberto tem apenas 6% de rejeição.

Blog mais popular do Brasil entre universitários

Uma pesquisa realizada entre os dias 10 e 21 de março de 2008 apontou os blogs mais populares entre estudantes universitários brasileiros. O resultado foi o seguinte:
1º - Kibe Loco
2º - Blog do Noblat
3º - Sedentário & Hiperativo
4º - Pensar Enlouquece...
5º - Ueba6º - Favoritos
7º - Reinaldo Azevedo (Veja)
8º - Jacaré Banguela
9º -Brainstorn #9
10º - Revolução Etc.
Participaram da pesquisa estudantes de dez universidades brasileiras: UNIP, UESPI, PUC MINAS, UFMG, UFG, UNB, UCG, UEG, UFRJ e USP.

A procura do padre-voador


Desdobramentos

Quem pensava que os desentendimentos entre PT e PMDB estavam restritos ao estado da Bahia, por conta do rompimento com o projeto de reeleição de João Henrique, se enganou. O PMDB, mesmo continuando na base aliada de Lula e Wagner, começa a agir com o pragmatismo que lhe é peculiar.
Em São Paulo, por exemplo, tudo indica que ao invés de marchar com Marta (PT), como estava previsto, deve indicar o vice de Gilberto Kassab (DEM), candidato à reeleição. Em troca, o DEM apoiará a candidatura de Quércia para o Senado em 2010.

Itabuna

Pelo visto, apesar do esforço feito pelo PCdoB e PSB de tentar unir a base aliada, vai ficar difícil não ter mais de uma chapa dos partidos da base para prefeito. Neste sábado, 26 de abril, acontece uma reunião com todos os partidos da base aliada. O PT também foi convidado e não se sabe se vai aparecer representante.
Wenceslau Júnior -
Advogado e Vereador em Itabuna

Política,gente e poder

Fábio Santana, olhando de binóculos, sem binóculos, com óculos, sem óculos, só consegue se eleger deputado estadual colado no governismo, com o governador em exercício, de plantão. Distante deles tem dificuldades de votos. É o que poderíamos chamar de parlamentar da cumplicidade. Nesta direção fica trabalhando em múltiplas frentes: Jacques Wagner, Paulo Souto, Fernando Gomes, Geraldo Simões, Edson Dantas, Luís Sena & Companhia. E por aí complica-se, complica.
Fábio Santana, perdão, capitão Fábio, candidato a candidato a prefeito daqui de Itabuna, PMDB. Nunca presenciei ninguém tão compromissado nos últimos meses, nunca vi ninguém tão íntimo do prefeito Fernando Gomes, dos Democratas, DEM, quanto capitão Fábio. No próximo parágrafo, sumarizando, concluindo.
Fábio Santana, deputado estadual, segundo mandato, é da base da maioria legislativa do governador, governo Jacques Wagner, PT, enquanto aqui em Itabuna vai colocando o seu futuro à disposição do prefeito de plantão, Fernando Gomes. Ele (Fábio Santana), quase prefeiturável de Fernando Gomes.
Saulo Pontes. Este transita com muita desenvoltura, com muito jogo de cintura nas artes da política. Ele (Saulo Pontes), engenheiro, doutor, distante de Itabuna. É uma companhia agradável, é uma prosa boa, mas continua acolá, aqui, ali rebolando política. Tem histórias secretas para contar.
Eduardo Anunciação

O Guru está de volta!

O mundo globalizado da NET foi pego prazerosamente de surpresa, com a estréia do “Blogger do Duda”. Nada mais nada menos, que o mais premiado publicitário da Bahia e um dos maiores marketeiros políticos do Brasil, Duda Mendonça, resolveu dar as caras e contar as suas experiências profissionais, sem medo e sem rancores.

Conheci Duda Mendonça, quando ainda não era o “grande mago da publicidade da Bahia”. Quando ainda sofria discriminação por ser um egrégio corretor de imóveis, que descobriu, que poderia vender os seus produtos. Deixando assim de ser o grande cliente e passando para o outro lado do balcão, sem passar para o lado dos veículos de comunicação.

Duda era diferente de tudo; não tinha o ar professoral dos criativos da época, muito menos, a pieguice dos “corretores de reclames” que ainda eram a maioria dos publicitários da época. A primeira vez que o vi, trajava um paletó branco; gravata vermelha listrada e calçava tênis branco – um horror para os padrões vigentes. Falava uma linguagem direta que desmistificava e assustava a todos.


O “louco da Bahia”, precisou desafiar o mercado do sudeste do país, com a sua DM9 e se tornar o mago da propaganda brasileira, sem, contudo abrir mão da sua inteligência criativa. O louco se transformou em “Guru” de muitas gerações de publicitários por esse Brasil afora.

Eis que agora, depois de ter vivido e aprendido, nos gabinetes dos principais executivos de marketing das grandes empresas; e nos gabinetes de quase todas as esferas do poder político nacional, quando já poderia se dar por satisfeito, Duda Mendonça, o irrequieto publicitário e marketeiro político, abre a sua “enciclopédia de conhecimentos” através da internet, com o seu “
blogdoduda.com.br” . Será sem dúvidas uma boa página a ser lida. Imagino que pela sua irreverência característica, o que irá contar a nós todos.

Seja bem - vindo Guru!


Gerson Menezes – publicitário

quinta-feira, 24 de abril de 2008

Michel Hagge aceita convite e vai tentar a reeleição

Depois do convite feito pelo o diretório estadual do PMDB, o prefeito de Itapetinga, Michel Hagge, aceitou candidatar-se a reeleição. Leia abaixo parte da entrevista do prefeito
D. Como o sr. recebeu este convite, prefeito?
Michel Hagge - Sou um soldado partidário, recebi a convocação e terei que acatar o chamado, durante anos, fui uma ilha do PMDB cercado de PFL por todos os lados, discriminado pelos governadores e até pelos representantes de órgãos estaduais em minha cidade. Muitos evitavam até cruzar comigo na mesma calçada, para não ter que me cumprimentar, temendo serem demitidos. Hoje eu tenho uma certa satisfação, um certo orgulho, de ver meu nome sendo lembrado fora de Itapetinga, muitas vezes, com um prestígio maior do que aquele que conquistei aqui na cidade.
D.A gente vive momentos ainda indefinidos no que diz respeito aos outros candidatos a prefeito. Mas já se fala na candidatura de Renan Pereira, pelo DEM e Edigar Mão Branca, pelo PV. Como o sr. acha que vai ser a campanha deste ano? Acredita que teremos um número maior de candidatos a prefeito?
M.H.- Pelo andar da carruagem, acho que deveremos ter três candidatos a prefeito. Observamos que o DEM já lançou candidato, embora se acredite que eles talvez possam inverter a posição dos candidatos. Temos ainda o candidato do PT, que, pelo que se diz, o partido pensa em levar Edigar Mão Branca para compor a chapa. O deputado federal do PV inclusive conversou comigo sobre a vontade dele de que eu o apoiasse. Mas disse a Mão Branca que não poderia apoiar nenhum candidato na cabeça de chapa de nenhum dos outros partidos, porque nós éramos o partido majoritário. Eu não teria como me justificar perante meus correligionários que queriam ser candidatos. Acho que Mão Branca compreendeu isso. Mas pelo o que acompanhamos, ou ele é candidato sozinho pelo PV ou é candidato na chapa majoritária do PT, encabeçando. Não acredito que ele aceitaria deixar de ser deputado federal, para ser vice na chapa de ninguém. A gente há de convir que Edigar é muito inteligente, muito vivo! Então, creio que se ele não se acertar com o PT, teremos 4 candidatos.
D. - Reunião do PMDB regional trouxe nomes importantes a Itapetinga no final de semana passado, inclusive o ministro Geddel e a deputada Virgínia Hagge. Que análise o senhor fez do encontro e como vê a legenda na região da pecuária e do café?
M.H.- Foi um resgate do PMDB, fazendo justiça a Itapetinga. Anteriormente esses encontros regionais eram feitos em Vitória da Conquista ou Itabuna, mesmo o núcleo do PMDB mais forte, mais leal, estando em Itapetinga e Brumado. Era natural que agora se fizesse aqui, pois o núcleo do PMDB de Itapetinga sempre esteve cercado do PFL de todos os lados, por muitos anos, e resistiu. O que não aconteceu em Vitória da Conquista, onde Pedral Sampaio era líder, tido até como um possível substituto de Waldir Pires, mas sucumbiu aos afagos do carlismo. Em Ilhéus, onde tínhamos Jabes Ribeiro, que falava tanto em esquerdismo e socialismo, também não teve grande duração. Em Itabuna, Ubaldo Dantas acabou saindo do partido, por questões outras. Mas Itapetinga continuou, como ficou Barra do Choça com Bráulio. Esta análise é que deveria ser observada pelo PMDB, e que, felizmente, em tempo, olharam. Itapetinga merecia ser a sede regional do PMDB.Não me canso de dizer que fomos discriminados pelos governadores carlistas, fomos vítimas até de uma coligação mal fadada no tempo de César Borges. Eles nos traíram, mas nós ficamos firmes, não sucumbimos.

Caso Isabela

O caso Isabela já está enchendo o saco totalmente, agora querem ouvir o irmão dela. Daqui a pouco vão dizer que foi ele o mandante do crime.

O Padre "maluco"

E o padre Adelir De Carli já está conversando com Deus, com certeza. Acharam os balões dele a 50 Km da costa. Esse sujeito(padre) é muito pirado,louco e maluco.
Inclusive o custo que está sendo para “nós” a busca dele , dois navios da marinha, um helicóptero da Polícia Civil,um avião da Aeronáutica e todo mundo procurando.
Acharam os balões e a cadeira dele, ele está já tomando banho de mar permanentemente. Por que? Porque ele é teimoso,quer bater recorde, quer entra no livro do Guinness, que é uma das coisas mais estúpidas que eu já conheci em minha vida.
Só os estúpidos gostam de ficar foliando “aquilo” e vendo os estúpidos que estão lá batendo recordes disso e daquilo.





Sucessão em Floresta Azul

Como nós já tinhamos informado anteriormente, em uma pesquisa recente para avaliar a sucessão em Floresta Azul. A médica Dra. Sandra,(DEM) que não foi prefeita por uma diferença de apenas seis votos, aparece agora liderando com grande folga as intenções de voto à prefeitura local, o atual prefeito, Garrafão,(PMDB) aparece na 2º posição tecnicamente empatado com o candidato do PV.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

A ESTÓRIA DA ESPOSA DE BARRABÁS

É muito difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar sobre a história de Barrabás! E não é necessário ser religioso,ou alfabetizado, para saber que Barrabás foi o bandido eleito pela grande maioria do povo, para não morrer na páscoa no lugar de Jesus Cristo.
O que quase ninguém tem conhecimento, é sobre a estória da esposa de Barrabás, que aqui apelidaremos de Jujú. Houve na cidade de Jujú (taboka´s), uma eleição para escolha de quem a governaria nos quatro anos subsequentes. O partido de Jujú era o mesmo de Pôncio Pilatos, que acabará de nomear Barrabás como ser secretário para assuntos da terra e comandante da esquadra de combater as pragas que atacavam a lavoura.
O discurso de Barrabás, para convencer o povo a votar em Jujú, era de que ela era a mais preparada para governar, pois era amiga do governador e do imperador. Nas palavras do esposo, Jujú faria a cidade prosperar e o povo teria melhor qualidade de vida, pois mais importante que as obras, era cuidar bem das pessoas.
Isso fez Jujú ser eleita, pois o povo gostou muito da idéia de ter um governante municipal, do mesmo partido e de grande amizade com os mais autos governantes do pais.
O problema é que Jujú era amiga dos homens poderosos da nação, mas não era amiga do povo. Muito pelo contrário, Jujú odiava pobre e o tratava com desdém, menosprezo e nojo.
Depois de eleita, ela passou a ter conduta fria, esnobe e elitista.
Sua ojeriza pelos pobres era tão grande, que nas poucas vezes em que se via condicionada a apertar mãos de pobres, corria desesperadamente, para o sanitário, simplesmente, pra lavar as mãos com álcool.
A promessa de uma cidade prospera, foi trocada pela prosperidade da própria família e o povo não teve melhoria em sua qualidade de vida, pois pessoas morreram abandonadas em postos médicos e hospitais foram jogados na sarjeta do sucateamento e o que deveria ser mais importante que as obras, que era cuidar bem das pessoas, resultou em compras de vastas terras para parentes próximos e criações de quadrilhas de impostos e máfias de surrupiamento do dinheiro público.
O povo só se deu conta de que tinha sido vítima de uma farsa eleitoral, quando a cidade já estava aos escombros, a pobreza maior e Jujú, Barrabás e seus filhos, cunhadas, irmãos e irmãs, com as burras cheias de dinheiro sujo, extraído do suor de quem fez da urna eletrônica eleitoral, fossa condominial, elegendo uma megera, que se revelou sarna do germe do verme do estrume do cavalo do bandido.
Será que nos tempos atuais, essa estória se transformará numa história em nossa cidade?
Esta é a pergunta que não quer se calar, mas com resposta prevista e com data de validade,para término em 05 de outubro de 2008!

Val Cabral
Radialista – Programa Sem Papas na Língua/Rádio Jornal (560): 14h.

PMDB DEFINE ABEL COMO PRÉ-CANDIDATO OFICIAL DO PARTIDO


Abel Rebouças é o pré-candidato único a ser indicado na convenção do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB, para disputar o pleito eleitoral ao cargo de Prefeito Municipal de Vitória da Conquista, na próxima eleição em outubro de 2008. A decisão foi tomada por unanimidade da maioria absoluta do diretório municipal presente em reunião especial convocada exclusivamente para este fim, no último dia 21 de abril, às 19h. Abel Rebouças atualmente é o reitor da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB, em segundo mandato. Da Universidade, coordenou projetos e ações que contribuíram para o desenvolvimento regional e solidificação do pólo educacional em Vitória da Conquista.



“Pseudo” Batizado

O radialista Val Cabral desafiou mais uma vez o ex-prefeito Geraldo Simões, desta vez ele está querendo que o GS prove se realmente é compadre do Presidente Lula.
Pois GS sempre divulgou que Lula seria Padrinho do seu primogênito,o Thiago Feitosa. Porém, nunca foi mostrada nenhuma foto desse “suposto” batizado.
Será que foi um “pseudo” Batizado?
Perguntar não ofende.

Newton Lima

Fomos informados que o incidente que ocorreu durante a visita do governador Jaques Wagner a Canavieiras, envolvendo o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, não foi culpa do cerimonial do governo do estado, pois o governador estava visitando o município, por conta disso quem fica responsável pelo o cerimonial é o prefeito da cidade, no caso de Canavieiras, Zairo Loureiro (DEM).
Criaram muitos “factóides” em relação a esse episódio, porém, a verdade é essa.

Fernando Gomes e Geddel

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, foi no último domingo para Brasília, e ontem (terça-feira), teve mais um encontro com o Ministro Geddel Vieira Lima.
Mais uma vez a pauta do encontro foi à sucessão municipal em Itabuna, e o apoio de Fernando ao candidato do PMDB em Itabuna, que é o Capitão Fábio.
Provavelmente em 15 dias será batido o martelo.

“Ménage à Trois”

Zelão: Eu e Alice, Alice e Eu; espiando pelo buraco da fechadura.
Na política acontece de tudo, até mesmo o inimaginável.
Na pré-campanha para eleger o futuro prefeito de Itabuna, um inusitado “ménage à trois” está sendo ensaiado publicamente e sem pudores, protagonizado por três personagens da nossa despudorada política.

A trama se dará mais ou menos nessa ordem: - Era uma vez um charmoso capitão de cabelos brancos, chamado Azevedo, que se apaixona perdidamente e cai nos braços de um político matreiro, chamado Fernando Gomes - figura central desse triângulo amoroso - a quem ajuda a eleger prefeito.

Do outro lado, surge a figura pálida de um outro capitão, chamado Fábio, outrora enamorado de Fernando Gomes, mas que foi por esse preterido em outros pleitos e ficou a ver navios, choramingando a sua desdita, mas sem nunca perder as esperanças de cair nos braços do amado.

Como se fosse o enredo de um filme pornô, eis que; Fernando Gomes abandona Azevedo e passa a flertar com Fábio, a quem jura amor eterno, na alcova do PMDB, na cama forrada com lençóis de cetim cedida por Gedel Vieira Lima.

Mesmo se sentindo traído, Azevedo, não tem como fugir desse enredo. Queira ou não queira; na mais clara expressão da língua portuguesa, terá irremediavelmente, que fazer parte deste “concubinato político”.

terça-feira, 22 de abril de 2008

Menino Maluquinho

Na ultima edição do jornal "a região", o jornalista Marcel Leal, faz uma crítica contra o PV de Itabuna, simplesmente pelo o fato de algum militante do PV ter tido a iniciativa de colocar uma bandeira do partido na famigerada "Ilha do jegue".
No seu comentário, Leal vai ainda mais longe, quando disse: "Se este é o exemplo do que o partido vai fazer se conseguir eleger algum vereador é bom à sociedade riscar seu nome do mapa eleitoral desde já. Itabuna não precisa de mais gente para destruir, abusar das regras da sociedade (por melhor que seja a desculpa) e "levar vantagem"".
Caro Marcel, não vejo problema algum em colocar uma bandeira de um partido em uma ilha, pior, foi quando o então presidente da câmara de vereadores de Itabuna, Emanuel Acilino, do PT (2002), mudou o número do telefone daquela casa para, 613-1313, vale lembrar que o número do PT é 13. Pior são alguns vereadores que colocam bandeira dos seus partido e até bandeira com seus nomes no prédio da Câmara de vereadores de Itabuna.
Então ilustre Marcel, deixa de hipocrisia. A cada nova edição do Jornal "a região" fica mais nítido o puxa-saquismo de Marcel ao Geraldo Simões.
Por isso Marcel, você vai ficar estigmatizado de ML (menino maluquinho).

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Um exemplo nunca morre

Jamais esquecerei aqueles primeiros momentos em que tomei contato com a perda de meu pai. Tinha dezesseis anos de idade e o turbilhão daquelas horas me marcou para sempre. Sim, eu sofria uma dor profunda, um desamparo, um choque, mas ao mesmo tempo sentia a energia de milhares e milhares de pessoas nas ruas prestando um tributo à memória daquele grande homem. Guardo uma sensação um tanto ambígua daquelas horas de aflição, pois se foi ali que perdi um pai que tanto amei, foi ali também que testemunhei a força que um exemplo pode significar. Luís Eduardo Magalhães é muito mais do que meu pai. Por isso, passados dez anos de sua perda, acho que me cabe traçar um ponto de equilíbrio entre o legado que ele me deixou como filho e como cidadão. Luís Eduardo está sempre comigo. É meu grande companheiro. Converso com ele várias vezes, todos os dias. Quando estou diante de uma decisão, procuro me conectar com seus ensinamentos e, de alguma forma, é como se ele me apontasse o caminho. Luís Eduardo sempre foi um conselheiro de seus amigos, de meu querido avô e hoje sua ponderação me ajuda a seguir em frente. Procuro me inspirar no exemplo de Luís Eduardo, buscando estar à altura do que ele significou. Luís Eduardo sempre me socorre, ensinando-me que é preciso construir pontes, ao invés de obstruí-las. Luís Eduardo sempre me lembra que harmonizar, buscar a convergência, o diálogo, é algo muito mais trabalhoso, mas produz também resultados mais perenes. A construção de uma sociedade mais justa deve estar baseada em princípios sólidos. Abrir mão de valores não é sinônimo de habilidade; é degeneração. Mas ser fiel a princípios não pode servir como pretexto para a intransigência, a truculência, o isolamento. A arte na vida pública é aproximar os opostos de maneira infatigável, tendo em vista o interesse comum. Esse é o legado de Luís Eduardo. Essa é a minha referência, minha meta, meu objetivo de vida. Como filho, a perda de Luís Eduardo exigiu muito de minha família. Mas como a vida é sábia e generosa, aquela fatalidade nos uniu de uma maneira que nunca nada jamais irá nos afastar. Nossa união foi forjada na dor. Minhas irmãs queridas, Carol e Paula, e minha amada mãe, Michelle, são uma dádiva que o destino me proporciona todos os dias. Seguirei sempre ao lado delas. Hoje, não é um dia de tristeza. É um dia de alegria. Dez anos depois que Luís Eduardo nos deixou, é claro que lamento cada hora que não pude estar ao lado dele, de viver com ele, de aprender com ele. Mas ao mesmo tempo percebo a grandeza de meu pai ao constatar, com orgulho, sua maior lição: a de que um exemplo nunca morre.
* LuÍs Eduardo Magalhães Filho

domingo, 20 de abril de 2008

A DECEPÇÃO WAGNER NÃO DEVE NOS FAZER RETROCEDER

A decepção que está sendo o governo Wagner se, por um lado, traz um certo mal-estar a toda a sociedade e um sentimento de frustração com a política, por outro lado, pode nos oferecer conteúdos para uma reflexão.
A política não é algo a parte, desvinculado do todo da sociedade. De um certo modo, poderíamos dizer que ela reflete, é ressonância da mesma sociedade e que os erros da política são trazidos da sociedade. Também podemos pensar que da má prática política partem referenciais negativos para a sociedade.
O homem simples que trabalha e com muita luta consegue sobreviver e sustentar a sua família fica indignado diante dos desmandos cometidos pelos políticos. Ele não aceita que os seus impostos pagos com tanto suor sejam desviados e, por isso, faltem condições para um bom atendimento nos serviços básicos. Ele ensina os seus filhos a terem caráter e serem corretos. E, assim, age a maioria da população. Fica então difícil a tese de que a política é o reflexo da sociedade.
Mas por que, então, os homens que se dispõe à ação política não encaram o mandato como um serviço ao bem comum e a ele dediquem o melhor do seu talento e do seu trabalho?
Por que interesses menores acabam dominando e o mandato acaba servindo aos interesses particulares ou de grupos de pressão que se aproveitam da função para usufruir benefícios?
Por outro lado, é a população que outorga o mandato aos políticos. E então, surge a pergunta: por que são eleitos tantos maus políticos?
Seria a população masoquista a ponto de escolher mal para sofrer os efeitos da má ação dos eleitos?
O grande humanista Gandhi, num de seus escritos, denunciou os sete pecados sociais modernos:1. Política sem princípios
2. Negócios sem moral
3. Riqueza sem trabalho
4. Educação sem caráter
5. Ciência sem humanidade
6. Prazer sem consciência
7. Religião sem sacrifício
Parece que a correção destes males está na dependência do assumir de toda uma sociedade. Um assumir com consciência e determinação levando a uma verdadeira e eficiente participação, motivada por uma vivência de valores.
Talvez um dos grandes desafios que devemos enfrentar é o de despertar autênticas vocações políticas, oferecer a elas condições de um bom preparo para o desempenho da ação pública e, quando no exercício da mesma, um acompanhamento efetivo.
Embora os tempos sejam difíceis, é preciso não desesperar, mas lutar para que consigamos mudar as coisas. Os movimentos sociais são a prova do que é capaz uma comunidade organizada e consciente.

Val Cabral
Radialista: Programa Sem Papas na Língua/Rádio Jornal (560), ás 14h.
Dirigente do Partido Verde
pvitabuna@bol.com.br

sábado, 19 de abril de 2008

Caixa Econômica Federal abre concurso nacional

A Caixa Econômica Federal publicou na última sexta-feira (18), no Diário Oficial da União, edital para concurso público para o cargo de técnico bancário (nível médio), em âmbito nacional, exceto para os estados do Rio de Janeiro e São Paulo. A remuneração inicial é de R$ 1.244. Os candidatos aprovados formarão cadastro de reserva.Veja o edital. A entidade responsável pela elaboração, aplicação e correção da prova de conhecimentos será a Fundação Cesgranrio. As inscrições poderão ser efetuadas no período de 9 de maio a 29 de maio pela internet, com pagamento em casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui, internet banking ou no guichê de caixa de qualquer agência da Caixa.

Adilson José X Carlito do Sarinha

Tudo indica que o vereador Adilson José ficará sem legenda para conseguir renovar o seu mandato, ontem, em entrevista a uma rádio AM de Itabuna, a presidente do diretório do PMN de Itabuna, Neide de Carlito, afirmou que os pré-candidatos a vereador pelo o partido terão que passar pela a votação na convenção, e como sabemos como Adilson José é "querido" no partido, vislumbramos que o PMN em Itabuna passará por momentos tensos, pois Adilson é "chapa Quente", e Carlito é uma "raposa velha " da política.
O bicho vai pegar.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Confusão em Itapetinga

Em Itapetinga, no afã de conseguir a qualquer custo um candidato local, o PT acabou recrutando um político que quer a todo custo compor com o DEM para enfrentar Michel Hage, peemedebista histórico, querido de meio mundo político e ainda por cima amigo do governador Jaques Wagner.
O candidato do PT será José Carlos Moura, candidato derrotado pelo o antigo PFL em 2004, ele está negociando uma coligação com o ex-prefeito, José Otávio (DEM),porém, o DEM baiano baixou uma resolução proibindo a coligação com o PT na Bahia.
Se realmente não ocorrer essa coligação entre José Carlos(PT) e José Otávio (DEM), o atual prefeito, Michel Hage (PMDB), terá sua reeleição facilitada.

quinta-feira, 17 de abril de 2008

O prefeito "Garrafão"

A situação dos funcionários da prefeitura de Floresta Azul não é nada boa, eles estão a mais de quatro meses com salários atrasados, enquanto isso, o prefeito da cidade, Garrafão, está distribuindo cestas básicas na periferia da cidade. Evidentemente que o objetivo do prefeito é conseguir se reeleger, porém, a situação dele não é nada boa, tive acesso a uma pesquisa realizada naquele município, na qual, Garrafão está na 2º posição, empatado tecnicamente com o candidato do PV.

Carlos Lacerda


Sergio Gomes (nelore)

Fui informado que Sergio Gomes, que é filho do prefeito de Itabuna e também é pré-candidato a prefeito em Pau Brasil pelo o PMDB, está devendo ao também pré-candidato a prefeito, Lindinaldo Gomes Souza, (PT), R$ 70 mil reais, esse débito é proveniente de compra de Gado (Nelore).
Os filhos de Fernando Gomes são conhecidos no meio rural como “pessoas que não gostam de pagar”, o foragido Marcos Gomes está devendo mais de R$ 150 mil a um corretor de gado em Itapetinga, em Floresta Azul ele está devendo uma quantidade grande a Fidelcinho.
Provavelmente se não pagar esse débito, Sérgio Gomes terá muitos problemas na sua campanha em Pau Brasil.
Nem os 4 mil quilos de peixe que ele distribui ajudou ele subir nas pesquisas, ele aparece na 4º posição na última pesquisa.

Vitória da Conquista recebe grandes atrações do axé music

O Massicas Indoor, em sua terceira edição, vai movimentar o Parque de Exposições de Vitória da Conquista neste final de semana. Produzido pelo empresário Massinha, o evento começa amanhã, às 21h, com Jammil e Uma Noites, Negra Cor e Voa Dois; prossegue no sábado, a partir das 18h, com Chiclete com Banana, Cláudia Leitte e Saia Rodada; e encerra domingo, às 19h, com Eva, Ara Ketu e Psirico. E, no mês de junho, dia 23, tem a Trivela, com o Asa de Águia.

O Blog "Políticos do sul da Bahia" no caminho certo

O site sobre política mais acessado da Bahia, o Bahia Notícias, do conceituado jornalista Samuel Celestino, divulgou duas notas oriunda do nosso modesto Blog. Isso demonstra que nós estamos no caminho certo.
Leia, nos links abaixo

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Intervenção do DEM de Itabuna

O site “Bahianoticias” postou uma nota informando que não houve nenhuma conversa entre o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, do PMDB, e o prefeito de Itabuna, Fernando "Cuma" Gomes, do DEM.
Porém, o encontro não foi em Salvador nem em Itapetinga. Foi em Brasília, quando da realização da marcha dos prefeitos. Para confirmar, o ex-governador Paulo Souto, atual presidente do DEM na Bahia, já estuda intervir no diretório municipal de Itabuna, destituindo a claque fernandista liderada por Maria Alice. No lugar, colocaria pessoas ligadas ao capitão Azevedo. Sengundo informações, o ex-governador Paulo Souto, já antevendo o embate em 2010, contra o atual Ministro Geddel Vieira Lima, não quer entregar o DEM/Itabuna, nem mesmo nas mãos do capitão Fábio, ex-menino da cozinha de Paulo Souto e que logo após a derrota para Wagner, se bandeou de mala e cuia para o PMDB.
Em tempo: é público e notório, que Paulo Souto, nunca confiou em Fernando Gomes. Apenas o tolerava politicamente, por exigência de ACM. Muitas pessoas ouviram Paulo Souto, quando governador, se referir a Fernando Gomes, com adjetivos nada lisonjeiros.
Zelão

Crime perfeito

A "indiscrição" de Haroldo Lima - a divulgação de um megacampo da Petrobras - não foi gratuita. Ele não falaria isso de graça. Afinal, o PCdoB não é um partido de inocentes. Joga o poder. A operação teve destino certo: enriquecer alguém poderoso. Pra mim, é claro: a dinheirama é para eleição. Até o calendário, foi seguido à risca - em abril, convenções municipais; em maio, regionais. O ardil foi pensado com apuro: as agências não são fiscalizadas pelo xerife do mercado, a CVM. Jogo perfeito, mas criminoso.
Blog do Jefferson

O esteticismo no caso Isabela

A história dessa menina Isabela é uma coisa realmente inacreditável, todo mundo fica querendo não acreditar nessa história achando que a policia deve está errada e que não foi nem a madrasta e nem o pai que fizeram essa coisa tão estúpida.
Isso é para desmentir um pouco aquela teoria de que somos seres humanos. Eu não acho que nos somos seres humanos não. Eu acho que nós somos “animais” domesticados às vezes, muitas vezes não somos domesticados, o nosso instinto animal fica completamente na superfície como aconteceu nesse caso.
O mais interessante no caso é essa histeria coletiva, uma comoção fabricada, a causa disso é o velho sensacionalismo, no fundo hoje o jornalismo trabalha como se fosse uma ficção, na verdade não há muita diferença entra “duas Caras “ e o “Jornal Nacional”, é uma estrutura absolutamente ficcional.
O interessante também é a maneira como eles ocupam o espaço e o fato de terem escolhido essa criança, aí enfatizo o fato de ser linda, então uma criança de classe média evidentemente para mídia que julga as coisas do ponto de vista do jornalista da classe média. Uma criança de classe média vale 10 crianças de classe baixa. Se fosse uma criança preta e pobre evidentemente que não teria essa repercussão. Depois evidentemente ela era uma criança linda, aí que vem a história da lindeza, todo mundo sabe que existe uma espécie de esteticismo de fuso da sociedade, se ela fosse feinha não teria essa comoção toda, por quer se da mais valor ao “belo”, tem vários estudos que mostram isso até em decisão de júri, quando o assassino é bonito as pessoas acham que não foi ele, a pessoa bonita se associa ao bem a beleza e evidentemente que no caso dela tem isso.
Se há uma doença, a doença não é uma patologia dos indivíduos que cometeram o ato, e sim da sociedade. O publico é cúmplice disso também, pois o publico quer ver sangue a mídia só faz piorar esses sentimentos confusos.
Por: João Matheus

Capitão Azevedo "dançou"

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, esteve no último final de semana reunido com o ministro Geddel Vieira Lima, e o assunto foi à coligação em Itabuna entre o DEM e o PMDB. Em troca do apoio de Fernando Gomes a candidatura do PMDB (Capitão Fábio), em 2010 Geddel apoiaria a candidatura de Fernando para deputado estadual.
Segundo informações, no final da reunião Fernando disse: “Até breve Governandor”, Geddel respondeu: “ Até breve meu deputado”.
Já está 70% fechado o apoio de Fernando a Capitão Fábio, vale lembrar que o prefeito está na capital do estado hoje, vai se reunir no inicio da noite com o Capitão Fábio.
Como esse “Blog” já tinha adiantado, dificilmente o Capitão Azevedo seria candidato. E os fatos estão demonstrando isso.

Ponham mais um prato à mesa!

Zelão o Anarquista: - Premonições

Em Ilhéus, um convidado que acaba de chegar vai roubar todas as honras.
Até a expulsão de Val Di Rico da prefeitura, o que se comentava é quem seria o sucessor eleito em outubro de 2008. As pretensões iam de Káká Colchões, Rui Carvalho, Allisson Mendonça a Jabes Ribeiro. Ninguém se preocupou com o resultado do desfecho final. Agora que o inevitável aconteceu, foi que os gênios da política ilheense se deram conta; Newton Lima, o vice que assumiu, será de fato e de direito o possível detentor da coroa.
Allisson Mendonça foi quem sofreu o mais duro golpe nas suas pretensões; tendo assumido ares de condutor do processo de cassação de Val Di Rico, tinha como certa a possibilidade de filiar Newton ao PT, “se cacifando” na luta interna pela disputa da sigla com o doutor Rui Carvalho.
Bem assessorado pelo vereador Alcides Kruschevisk, Newton (o vice), até então sem partido, filiou-se ao PSB de Lídice da Mata, demonstrando claramente que não pretende servir “de escada política”, e, que confia na sua capacidade administrativa de recuperar fisicamente o município e emocionalmente a auto-estima do povo ilheense, no curto espaço de tempo que resta do mandato que assumiu; o que dará a ele a oportunidade da reeleição.
Ao lado de Newton, o vereador Alcides Kruschevesky, deu mostras da sua capacidade de pensamento político e abriu mão da sua quase certa indicação pelo PSB, para articular um projeto maior de poder a ser construído em médio prazo.
Não pensem que Newton, pela sua pouca experiência política é um tolo, capaz de se deixar enganar pelos “espertos” da política ilheense. Sabe que o pouco tempo de mandato que resta não dará para fazer tudo que Ilhéus necessita. Mas sabe que deverá eleger as prioridades, que seja capaz de realizar bem.
Agora podem servir o “banquete”, que o principal convidado acaba de chegar, roubando toda a cena e os aplausos.
Nota: Em política, nem sempre é preciso recorrer as centúrias de Nostradamus. Basta saber jogar pôquer.

terça-feira, 15 de abril de 2008

O Carimboto respondeu ao Pimenta

O jornalista Ederivaldo Benedito escreveu um comentário, respondendo às ofensas dirigidas a ele, divulgadas no Pimenta na Muqueca. Num artigo intitulado Ederivaldo Benedito tem inveja de Ricardo Ribeiro e Davidson Samuel, Benedito afirma que os autores do blog apócrifo vem, nos últimos meses, de maneira irresponsável, ofendendo a dignidade e tentando ridicularizar inúmeras pessoas, no sul da Bahia.
Leia mais
Ederivaldo Benedito queria ser um covarde. Vivendo no anonimato, iria se esconder atrás do computador. Alegando praticar Jornalismo, atingiria a reputação das pessoas. Sob o manto da impunidade, ofenderia a imagem de colegas de profissão e personalidades as quais não lhe eram simpáticas.
Por que Ricardo Ribeiro e Davidson Samuel só passaram a criticar o ex-prefeito de Ilhéus, Valderico Reis, depois que se afastaram da Assessoria de Comunicação, onde Ricardo assumiu um cargo de confiança e, maltratou os profissionais que ali trabalham?
Por que Valderico Reis – antes, um empresário de sucesso e um grande gestor público, segundo os comunicados que Ricardo Ribeiro inundava as redações – só passou a ser chamado )corrupto) depois que atrasou os salários dos autores do Pimenta na Muqueca?

O Calote de Ricardo Xavier

O presidente do IEC(Itabuna Esporte Clube), Ricardo Xavier, no início de 2007 contratou uma equipe para criar, desenvolver e administrar o site do IEC,conseqüentemente foi criado o www.itabunaesporteclube.com.br .Pois bem, só que o eminente presidente não honrou o compromisso, deu um calote na equipe, em virtude disso o site foi tirado do ar.Já estamos em 2008 e até agora Ricardo Xavier não pagou o débito, e provavelmente não pagará, pois Ricardo é conhecido em Itabuna uma pessoa que não gosta muito de “pagar” débitos. E esse cidadão ainda quer ser “vereador” em Itabuna. Muita cara de pau deste rapaz.

Chame a Federal

O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Haroldo Lima, subiu no telhado. O governo exige sua cabeça para aparar as arestas e, ao mesmo tempo, dar uma resposta ao mercado financeiro, que ontem viveu um dia de especulações por conta da desastre que foi o anúncio de que a Petrobras havia descoberto um megacampo na Bacia de Santos. O maior nos últimos 30 anos.Os motivos que levaram o dirigente da ANP a fazer o anúncio ainda estão envoltos em mistério. Uma coisa, porém, é certa. Num país sério, Lima estaria fora da agência e respondendo pelos estragos que causou à credibilidade do mercado financeiro. Quantos dos seus amigos não correram para comprar ações da estatal com base nas suas declarações?
Com a palavra a Polícia Federal.

Eraldo Tinoco

Faleceu nesta terça-feira, o político baiano Eraldo TinocoMelo. Ele estava internado no hospital Aliança com quadro de pancreatite aguda. Tinoco nasceu em 20 de novembro de 1943, bacharelou-se em Administração Pública pela UFBA. Exerceu vários cargos técnicos e administrativos na área educacional da Bahia, ocupando os cargos de Secretário de Educação, Secretário de Infra-estrutura e de Vice-Governador do Estado. No iní­cio da década de 90, foi Ministro da Educação.

Primeira etapa do Curso de Jornalismo Digital em Itabuna

No último sábado (12), 55 comunicólogos participaram do primeiro módulo do Curso de Jornalismo Digital, oferecido pela Rede de Ensino FTC aos profissionais da região cacaueira. No encontro, o professor Sérgio Mattos fez uma abordagem histórica do jornalismo e analisou o momento de transiçãodo jornalismo on-line, bem como a linguagem utilizada nesta mídia.Para Ana Cristina Oliveira, do Jornal A Tarde," a FTC está de parabéns por cumprir uma de suas atribuições, interagir para além de seu núcleo acadêmico". Para Daniel Thame, assessor de Comunicação da Secretaria de Agricultura do Estado (SEAGRI), "também foi uma bela chance de integração com os novos profissionais que estão chegando".

segunda-feira, 14 de abril de 2008

A Identidade do "Carimboto"

Quem será o “Carimboto” que deixou Ricardo Ribeiro irado?
Achamos que foi o Ederivaldo Benedito.
E vocês internautas?

O homem da "peneira" X o homem "caixas de maçãs".

O advogado Romilton Teles, será candidato a vereador em Itabuna, para quem não se lembra, Romilton foi candidato a prefeito em Itabuna em 1996, onde ficou bastante conhecido “Como o homem da peneira”.Pois ele usava a ‘peneira” durante a campanha..
Só que ele terá um concorrente “forte” agora em 2008, é por quer o ex-vereador e também advogado Hamilton Gomes, também será candidato a vereador, Hamilton foi candidato a prefeito em Itabuna em 2004, ele ficou marcado pelo o seu jeito desastrado na eleição, ao ponto de usar laranjas, abacaxis e até uma zebra nos seu programa eleitoral, e acusando todo os mundo de ladrão.
Porém, no final de 2007 ele foi preso sobre a acusação de ter furtado duas caixas de maçãs.
A briga será feia!

Albergaria: "Caso Isabella virou novela doentia"

A morte de Isabella Nardoni, 5 anos, deu início a uma novela midiática à procura de desfecho. Em 29 de março, a menina morreu após uma queda da janela do apartamento do pai, Alexandre, na Zona Norte de São Paulo. A polícia investiga a autoria do crime e tem como principais suspeitos o pai e a madrasta de Isabella, Anna Carolina.
Doutor em Antropologia pela Universidade de Paris VII e professor da Universidade Federal da Bahia, Albergaria critica os exageros da cobertura midiática e aponta uma abordagem "classista" e "racialista" do crime. "Porque é uma menina de classe média, bonitinha, e aí vem a estética", afirma.
- Há um lado doentio, e quem alimenta essa doença, que se tornou uma epidemia como a dengue, é a própria mídia. Porque há um viés "comunicacionista" ao se alimentar de forma mórbida uma história trágica. E transformar essa história trágica numa novela, no mesmo estilo das novelas das grandes televisões: mexicana.
A seguir, parte da entrevista.

Terra Magazine - Como o senhor analisa a cobertura do caso Isabella na mídia? Os vizinhos, a tia, a roupa, o sangue, os vídeos... Há um lado doentio nesse interesse minimalista?
Roberto Albergaria - Há, sim. Há um lado doentio, e quem alimenta essa doença, que se tornou uma epidemia como a dengue, é a própria mídia. Porque há um viés "comunicacionista" ao se alimentar de forma mórbida uma história trágica. E transformar essa história trágica numa novela, no mesmo estilo das novelas das grandes televisões: mexicana. É você transformar um fato, evidentemente grave, em metade da pauta da mídia durante semanas e semanas. Até que apareça outro. Não é uma questão puramente brasileira. É como aconteceu na Europa com o caso Madeleine. Por que essa menina foi escolhida como a bola da vez, a coitadinha da vez? Primeiro, porque já havia o modelo europeu. O caso Madeleine é alimentado por jornais sensacionalistas ingleses. Houve até recompensas. Segundo, ela é, digamos assim, "a vítima ideal". Porque há um viés classista.
Por que classista?
Porque é uma menina de classe média, bonitinha, e aí vem a estética. Se ela fosse muito feia, se ela fosse um pequeno "canhão", não daria. As revistas semanais escolheram as fotos mais fotogênicas pra ressaltar isso.
Clique no link abaixo.

Geddel está entre principais conselheiros de Lula, diz Estadão

O ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional) está no time de “não-petistas” que ganha força entre conselheiros do presidente Lula, segundo matéria da jornalista Vera Rosa, publicada hoje no jornal O Estado de S. Paulo.O grupo inclui nomes como o do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), o Dudu Beleza, a quem Lula se refere como um ”menino de ouro”, o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), que chama o presidente de “um quase pai”, e o ex-ministro Delfim Netto.A reportagem diz que Geddel assumiu o Ministério da Integração Nacional em retribuição a seu apoio a Jaques Wagner (PT), eleito governador da Bahia, em 2006, e, que “apesar das cotoveladas em petistas, tem ótimo relacionamento com Lula.”Sobre a relação com Geddel, cuja mudança de opositor para fiel aliado do presidente Lula diz entender perfeitamente, segundo a matéria, o chefe do governo declara na mesma reportagem: “A Bahia não entenderia uma aliança minha com o grupo de ACM.”

A região

Na edição desta semana do jornal “A região”, ficou evidente que Marcel Leal, proprietário do jornal, está tentando de toda forma ter mais prestigio junto a Geraldo Simões, e para isso ele chegou ao ponto de colocar na edição da “malha fina” 04 tópicos criticando Ruy Machado, pessoa bem próxima a Geraldo. Será que Marcel conseguirá queimar Ruy Machado perante GS? Acho muito difícil!
Estou chegando a conclusão que Marcel não tem nada de imparcial, ele usa o jornal dele para prejudicar e puxar os sacos de algumas pessoas. Papelão em Marcel!!

De volta ao quartel

Quarenta e quatro longos anos já se passaram e na minha memória ainda remoa as lembranças da “Gloriosa Revolução de 64”. Ainda escuto zumbindo em meus ouvidos, as notícias que chegavam via rádio dando conta das movimentações das tropas saídas de Minas Gerais, sob o comando do general Mourão Filho, e das conclamações feitas através da “Cadeia da Legalidade”, comandada por Leonel Brizolla.
Nos meus olhos vêm às lembranças do major Dórea, que apesar de já fazer parte da reserva do exército, vestiu novamente a farda e passou a comandar diretamente as “tropas” formadas pelo contingente do Tiro de Guerra e da polícia em Itabuna. Lembro ainda do major Edivar, que foi nomeado diretor do Colégio Estadual de Itabuna, e desfilava “garboso” pelas salas de aula, devidamente fardado e portando à cintura, uma reluzente pistola calibre 45. A nação brasileira viveu e sofreu com os desmandos impostos a toda a nação por mais de vinte anos, em nome dos seus conceitos arcaicos e contraditórios de defesa da democracia urdida nos quartéis.
Pois, guardada as devidas proporções, é a repetição deste arcaísmo embolorado, vindo dos quartéis, que me assusta, diante da improvável, porém possível, eleição dos dois “capitães” a prefeito e vice de Itabuna.
Além do passado político de “subserviência unida” e de repetição da leitura das “ordens do dia” emanadas do gabinete de Fernando Gomes, os dois capitães, nunca demonstraram capacidade alguma para administrarem uma cidade do porte de Itabuna. Não me consta, que no currículo da escola de Oficiais da Polícia Militar da Bahia, faça parte à matéria “administração pública”.
É fácil se observar em qualquer contato mais direto com os dois capitães, que eles, além do ambicionado poder, não possuem a mínima idéia acerca dos graves problemas de nossa cidade, menos ainda de como solucioná-los.
O capitão Fábio, quando perguntado outro dia em uma entrevista em uma rádio AM local, sobre quais seriam os seus projetos, caso seja eleito prefeito, saiu com a estapafúrdia resposta de que; sendo eleito, irá encomendar a Fundação Ulysses Guimarães / PMDB, o projeto para Itabuna. O capitão Azevedo, também em outra entrevista, apresentou como projeto único, governar com as portas do gabinete abertas ao povo.
Temo que eleitos juntos, teremos de “bater continência a mediocridade administrativa”; a ver copiado o slogan “Itabuna, ame-a ou deixe-a”; a dar “glórias” à volta aos quartéis e “meia volta... volver” as esperanças de progresso. Ai então poderemos repetir: - "A melhor saída para Itabuna, é o aeroporto de Ilhéus".
(Zelão: reminiscências de 64)

domingo, 13 de abril de 2008

A vida dos outros


Guilherme Fiuza

É difícil escrever sobre uma tragédia sem ser acusado de insensibilidade com a dor alheia. Talvez a saída mais segura seja falar da nossa própria.
No dia 2 de julho de 1990 meu primeiro filho, Pedro, caiu do oitavo andar do prédio onde morávamos, em Botafogo.
Desci de escada achando que seria mais veloz do que o elevador, talvez do que a própria queda. Encontrei-o já morto, e não precisava ser médico para constatar. Os ferimentos eram brutais.
Voltei com ele de elevador, mas ainda com pressa, agora de dizer à mãe dele que não podíamos fazer mais nada.
Antes que pudéssemos entender o que fazer da nossa própria vida, já tínhamos uma certeza: não podíamos sair de casa. Estávamos presos lá, com dois policiais militares armados na porta do apartamento.
Antes de poder enterrar meu filho, tive que contratar um advogado. Recebi-o no quarto de empregada, para poupar a mãe do Pedro, minha ex-mulher, daquela conversa surrealista.
Embora vivêssemos em harmonia e fôssemos particularmente tranqüilos, o advogado vinha relatar depoimentos comprometedores do síndico e de vizinhos à polícia. Eles diziam ter ouvido ruídos altos de portas batendo, discussões febris, gritaria.
Foi longo o tempo até encerrar esse processo insano e provar que os vizinhos tinham delirado. Mas foi muito rápido, instantâneo, o castigo imposto pelos homens da lei, de mãos dadas com os vizinhos diligentes: ser tratado como suspeito da morte do próprio filho.
Quando a Polícia Militar nos permitiu deixar o apartamento, no qual nunca mais voltaríamos a morar, tivemos que deitar no chão do carro, para evitar a multidão de repórteres, fotógrafos e cinegrafistas.
Escapamos de passar pelo que passou a mãe de Isabella Nardoni, quase jogada no chão pela sanha da imprensa. Uma mãe de quem a vida acabara de arrancar uma filha, que portanto mal se punha de pé por si mesma… Bem, colegas, morram de vergonha.
No Espírito Santo, há outro pai preso porque a filha caiu da janela. São todas situações sobre as quais é preciso encontrar a verdade. Se os pais forem desgraçadamente culpados, precisam ser exemplarmente punidos.
Nada disso dá direito à sociedade de invadir a vida de uma família com a sua curiosidade mórbida e a sua estupidez.
Se não é possível à coletividade imaginar na sua própria pele o ardor da tragédia, já seria um belo avanço civilizatório se ela entendesse, de uma vez por todas, que a vida (dos outros) não é um Big Brother.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Adervan Lidera Caravana

Sob a liderança de José Adervan, Presidente do Diretório Municipal/ PSDB e Pré-Candidato a Prefeito de Itabuna, seguem amanhã para Salvador, membros do diretório e de pré-candidatos a vereador. Na capital do Estado, vão participar no dia 13, domingo, no Fiesta Hotel, do Seminário Regional do PSDB / BA.
Com presenças já confirmadas, estarão fazendo parte do Seminário, figuras ilustres do PSDB Nacional; Senador Sergio Guerra, presidente nacional do partido; Senador Artur Virgílio, líder do partido no senado; Luiz Paulo Velozzo Lucas, presidente do Instituto Teotônio Vilela; Telma de Oliveira, presidenta nacional do PSDB/Mulher.Além do presidenciável José Serra (PSDB), primeiro colocado nas pesquisas de intenção de voto.
O Seminário Regional do PSDB será coordenado por Antonio Imbassay, presidente da Executiva Estadual / PSDB e pré-candidato à prefeitura de Salvador.


Cadáveres Insepultos

Antes mesmo de dar forma ao meu pensamento, quero pedir, antecipadamente, desculpas á família dos falecidos, por ousar rememorar uma passagem tão dolorosa a todos.
Ao ler as notícias sobe a exumação do corpo do ex-prefeito Valdenor Cordeiro, por solicitação da polícia; pelas dúvidas até hoje existentes, deseja reabrir o inquérito, sou assaltado por outra dúvida, relativa à morte do amigo, jornalista, Manoel Leal. Teria sido mesmo criminosa a sua morte? Se não foi suicídio, nem morte por causas naturais, onde estarão e quem teriam sido os executantes e os mandantes?
A quem verdadeiramente pode interessar a exumação do corpo do querido e saudoso prefeito de Juçari, Valdenor Cordeiro, justo às vésperas de um embate político naquele município, onde as forças principais são coincidentemente, formadas pelo candidato do PT e a do grupo que politicamente era adversário, quando em vida, a Valdenor Cordeiro?
Independentemente às coincidências, é louvável o empenho da polícia em esclarecer uma morte sob a qual recaem suspeitas, buscando a verdadeira apuração dos fatos e; se existirem culpados, apontando-os à justiça, para que sejam punidos em nome da sociedade.
O que me causa perplexidade, é o fato de que; a morte de Manoel Leal, não cause às autoridades do governo petista, a mesma preocupação. Em verdade, o PT deve isso à família de Leal, aos seus amigos e à sociedade itabunense. Ou será porque – só mais uma dúvida minha – o cadáver de Leal já não rende votos, pelo simples fato de que a sua morte foi “exaustivamente” explorada (com direito a foto pôster exibida sobre trio-elétrico, nas campanhas petistas em Itabuna), em eleições recentes? Terá ou não, havido um “crime hediondo de mando”, ou a polícia e a justiça da Bahia, se deram por satisfeitas em levar às barras dos tribunais, dois indiciados, possíveis executores de um crime com “claros indícios de crime político”, sem ao menos se questionar, a quem teria interessado e por conseqüência, quem teria(m) sido o(s) mandante(s).
Eis, pois que no momento em que a polícia solicitou a reabertura do inquérito policial e a justiça autorizou a exumação do corpo de Valdenor Cordeiro, se faça a também a reabertura do inquérito da morte de Manoel Leal. Todos nós aplaudiremos e não teremos nenhuma dúvida sobre as verdadeiras intenções do governo do PT, além de fazer justiça, dando à sociedade uma resposta clara e definitiva, e aos mortos, o direito de suas almas descansarem em paz.
Gerson Menezes – Publicitário

O prefeito "Garrafão"

O prefeito de Floresta Azul, Carlos Amilton (Garrafão)(PMDB), está assustado com o resultado da mais nova pesquisa eleitoral que foi realizada naquele município.
Ele está na 2º posição, muito atrás da Doutora Sandra, também não era para menos, pois ele está realizando uma péssima administração.
A reeleição de Garrafão está complicada, nem o apoio do Ministro Geddel vai facilitar a vitória do prefeito. É bom lembrar que em 2004 ele foi eleito com apenas 06 votos a mais que a Doutora Sandra.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Aos Cem Anos: - Itabuna tem muito a lamentar e pouco a comemorar!

Gerson Menezes - Publicitário
A quase capital do “fictício” Estado de Santa Cruz, fruto da cruzada “quixotesca” de Fernando Gomes. A “rainha do Sul”; a terceira maior cidade em importância econômica na Bahia; o maior pólo médico depois de Salvador; o maior centro comercial do interior do Estado; dona das noites mais efervescentes e da sociedade mais atuante. Hoje, somos ex tudo. O que nos resta para comemorar no nosso centenário?
Tenho afirmado que; coincidentemente ou não, o declínio de Itabuna, aconteceu nos últimos vinte anos, justo no período em que se revezaram no poder; Fernando Gomes e Geraldo Simões. Revezamento esse que a meu ver; só existe na mudança do retrato na parede do gabinete do prefeito de plantão, já que os métodos são os mesmos: - Sem planejamento, autocráticos, eivados de denúncias e suspeitas. Diria um amigo meu: - “Só tem mudado a cor da tinta com que são pintadas as pontes e as escolas”.
Qualquer outra cidade ao comemorar o seu centenário, reúne as lembranças do passado que dão orgulho ao seu povo e montam para elas um cenário de futuro. E nós, que nem ao menos temos história para mostrar, desde quando parte do arquivo municipal foi vendido como papel-velho inservível no primeiro mandato de Geraldo Simões.
Hoje, ocupando (por enquanto) a nona posição no ranking econômico estadual, caminhamos para o nosso centenário de mãos abanando e o rosto escondido pela vergonha, diante da geração que irá nos suceder pelos próximos cem anos. Qual o legado histórico que irão herdar? Minha geração e as que me antecederam, ainda saborearam o doce fruto da esperança de uma grande cidade. Os jovens estarão herdando somente os nossos erros e a desesperança que é nos dias atuais é nossa única marca.
Todos nós; menos ou mais culpados, todos temos solidária culpa e pedimos desculpas aos nossos filhos e netos – se pedir desculpas seja o suficiente para redimir o mal causado. A vocês jovens, cabe a responsabilidade de reconstruir uma civilização sonhada e construída pelos nossos avós pioneiros, tendo talvez como única base de orientação à não repetição dos erros por nós cometidos. Muito trabalho os aguarda – ao menos para os que aqui ficarem.

Marcelo Valente

Fui informado que Marcelo Valente e Martinele, fundadores e ex-proprietários da Facsul, estão com o objetivo de investir na área da Saúde, eles vão inaugurar ainda essa semana uma clínica super moderna,no prédio aonde funcionava antes a Escola Delta, que também pertencia a FACSUL.
E fiquei sabendo que eles estão interessados em comprar o prédio do antigo hospital Maria Gorete, pois estão querendo fazer um baita hospital particular naquele local.
Do novo colaborador," O Emblemático".

Adilson(maluco) José

Onde o vereador Adilson José passa ele cria confusão, a última confusão do edil foi no PMN de Itabuna.
Ele estava querendo mandar no partido, porém, ele esqueceu que a presidente do partido (PMN), Neide, é esposa de Carlito do Sarinha,uma raposa velha da política.Moral da história, Adilson José saiu perdedor, e Neide continua dando as ordens no PMN.
Adilson José tem que refletir um pouco, e melhorar o seu comportamento, política não se faz com brigas, e sim com diálogo.

Encontro entre Fernando e Geddel

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, está indo hoje para Brasília onde terá um encontro com o Ministro Geddel Vieira Lima, a pauta do encontro será a sucessão municipal em Itabuna.
Está bastante adiantada uma coligação entre o PMDB e o DEM em Itabuna, sendo que a chapa seria composta pelo os dois capitães, Fábio Santana e Azevedo, sendo o cabeça da chapa o Capitão Fábio.
E será oferecido a Azevedo além da vice, o apoio ao seu nome para uma provável candidatura dele em 2010 a deputado estadual.
Tudo indica que esse acordo será fechado ainda nessa semana, já que Azevedo não tem nenhuma condição de obter êxito com a sua candidatura a prefeito.
E é notório que o chefe do DEM e quem têm realmente voto no DEM em Itabuna é o prefeito Fernando Gomes, Azevedo ainda não foi testado nas urnas, e ficou 03 anos sem fazer nada, sem criticar nada, porém, apenas agora ele está querendo demonstrar ser independente.
Então ele só será candidato se o prefeito Fernando Gomes deixar. Se realmente houver esse acordo entre ele e Geddel, já era candidatura de Azevedo, se Azevedo pensar bem, a melhor opção para ele é aceitar mais uma vez a Vice, pois se não, vai nadar e morrer na praia.

Anunciações

Joaquim Torquato (PMDB), Josefina Castro (PT), Giba (PR), este, prefeito. Josefina, Joaquim, Giba, não necessariamente pela ordem, disputam a prefeitura dali de Coaraci. Na atualidade, agora, hoje, vantagem para a recandidatura de Giba. No próximo segmento, examino Buerarema. A saber.
Cristóvão Monteiro (PMDB), Mardes Monteiro (PT), Dimas Barreto (PTB), já lançados pré-prefeituráveis ali de Buerarema. Especialíssimo registro: Mardes Monteiro, petista, lembrai-vos, apoiou em 2006 a candidatura de Marcos Gomes para deputado estadual, filho do prefeito Fernando Gomes, DEM.
Eduardo Anunciação

Política,gente e poder

Fábio Santana, para quem gosta de começar pelo começo, capitão Fábio, deputado estadual, segundo mandato, é candidato a candidato à prefeitura daqui de Itabuna, PMDB. Nos próximos parágrafos verificações, anunciações, análises, opiniões, bússola, guia do panorama, cenário da municipalizada eleição desta capital-cidade do planeta cacau, temporada 2008.
Fábio Santana, quero escrever capitão Fábio, olhando de binóculos, sem binóculos, praticamente em campanha há oito anos. Vendo de óculos, sem óculos, pesquisas de intenção de votos, os números para consumo interno, ainda não registradas, ajuizadas na Justiça Eleitoral, geralmente, oscilando entre 13, 14 por cento. Ele (Fábio), nesta direção, estacionado.
Capitão Azevedo, temos conhecimento, é candidato a candidato à prefeitura, como é vice, já em campanha, lançado nas praças, nas ruas praticamente há quatro anos, pelo antigo PFL, hoje, Democratas, DEM. Ele (Azevedo), aritmeticamente, matematicamente alcançando, oscilando entre 11, 12 por cento. No meio do caminho de Azevedo tem uma pedra: Fernando Gomes.
Edson Dantas, presidente da Câmara de Vereadores, também, pré-prefeiturável, PSB, vai alcançando na preferência popular sete por cento, enquanto Luís Sena, também, pré-prefeiturável, PCdoB, vai obtendo uma média de 6 por cento. Edson & Sena, lembrai-vos, estão se movimentando, em campanha há dois anos. Não vai ser fácil conseguir convencê-los a desistir.
Juçara Feitosa, perdão, Dona Juçara, pré-candidata, lançada apenas há três meses, PT, vai despontando com 11, 10 por cento. Ora, Dona Juçara, conseguindo conversas produtivas com os partidos chamados de progressistas, conseguindo fechar alianças positivas com o PCdoB, PSB, vai disputar a prefeitura, pode ganhar. O comentário procede.
Eduardo Anunciação

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Divórcio entre PMDB e PT

Essa saída do PT da prefeitura de Salvador pode significar o inicio da quebra da aliança entre os dois partidos, PT e PMDB aqui na Bahia. Ninguém se iluda que com essa possibilidade, é claro que todo mundo agora pelo menos no lado do PT vai dizer que não houve trauma e esperamos nos encontrar no 2º turno e tudo vai continuar caminhando normalmente. Porém, não vai não, uma prova disso é que ontem inclusive os petistas foram impedidos de entrarem na secretaria de saúde, é claro que isso mostra além das declarações do Ministro Geddel Vieira Lima e de Lúcio Vieira Lima, presidente do PMDB na Bahia, mostra que eles ficaram profundamente incomodados com a forma com que o PT se retirou da administração do prefeito de Salvador João Henrique, e com a perspectiva de lançamento de uma candidatura própria à prefeitura de Salvador.
Haverá o troco sim, tanto nas eleições municipais quanto com a perspectiva da eleição de 2010 ou reeleição de Jacques Wagner. O PMDB não se sente mais um parceiro afinado e combinado previamente de caminharem juntos em 2010, portanto, o PMDB fica com o leque aberto para apoiar uma candidatura dos democratas ou mesmo conseguir que os democratas apóiam uma candidatura do PMDB, no caso de Geddel Vieira Lima ao governo da Bahia em 2010. E ninguém se surpreenda se o PMDB no 2º turno das eleições municipais de Salvador chegar a apoiar ACM Neto, se for o caso, se chagar ACM Neto ao 2º turno e João Henrique não. Ninguém se surpreenda com isso, a possibilidade é real e em políticas as coisas caminham assim.
Houve uma quebra importante na aliança que se construiu em Salvador e também foi fundamental para a eleição de Jacques Wagner, seja concedendo tempo na televisão a ele, seja abrindo espaço no interior e seja acreditando na campanha dela quando Jacque Wagner ainda perdia nas pesquisas por uma quantidade de intenção de votos muito grande para o então governador Paulo Souto.
Aqui em Itabuna provavelmente haverá a coligação entre o PMDB e o DEM, sendo o Capitão Fábio o cabeça da chapa.
E não se assuste se em 2010 haver a coligação entre esses dois partidos, Paulo Souto candidato ao Senado e Geddel ao governo do estado, aí ficaria muito difícil à vida do PT.
João Matheus

Zé Pipocada

Tem um Zé "Pipocada" em Ilhéus que criou um blog, porém, estou bestificado com a capacidade deste cidadão em escrever verborréias. Ele teve a cara de pau de criticar o nosso blog.
Vai procurar o que fazer Zé, se o nosso blog fosse tão fraco como você falou. Você não estaria acessando diariamente.
O Blog Políticos do sul da Bahia não mantém vinculo com nenhum político, o nosso compromisso é com a verdade e, sobretudo com a noticia, por isso somos “Sem meias Palavras”.
Já você não pode dizer o mesmo "Zé", pois é notório que seu blog tem o compromisso com Jabes Ribeiro, então não queira ser o paladino da moralidade e da ética, você está igual prostitua defendendo a castidade.

Mão Santa relembra que Lula elogiou Hitler

Até hoje se arrasta a história do senador Mão Santa (PMDB-PI) ter chamado a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) de galinha cacarejadora. Primeiro foi Ideli Salvatti (PT-SC) quem exigiu um pedido de desculpas do senador piauiense. Depois, Serys Shlessarenko (PT-MT) protocolou na Mesa Diretora do Senado uma nota de repúdio ao comentário. Hoje, foi a vez de Fátima Cleide (PT-RO) protestar.
Mão Santa é enfático ao dizer que seu comentário sobre galinhas cacarejadores era apenas uma referência literária ao livro "Minha Luta", do ditador alemão Adolf Hitler. Aproveitou o gancho para relembrar uma entrevista concedida por Lula à revista Playboy em 1979, na qual o presidente afirmou admirar a determinação de Hitler.
Relembre a entrevista:
Playboy: Há uma figura de renome que tenha inspirado você?
Lula: Há algumas figuras que eu admiro muito, sem contar o nosso Tiradentes e outros que fizeram muito pela independência do Brasil e pela melhoria das convicções do povo. Um cara que me emociona é o Gandhi.
Playboy: Há alguém mais que você admire?
Lula: O Mao Tsé-tung também lutou por aquilo que achava certo, lutou para transformar alguma coisa.
Playboy: Diga mais...
Lula: Por exemplo, o Hitler, mesmo errado, tinha aquilo que eu admiro num homem, o fogo de se propor a fazer alguma coisa e tentar fazer...
Playboy: Quer dizer que você admira o Adolf?
Lula: Não, não. O que eu admiro é a disposição, a força, a determinação. É diferente de admirar as idéias dele, a ideologia dele.

DEM busca definição para Eleição 2008

Neste final de semana, o partido Democratas de Vitória da Conquista tomará importante decisão para as eleições de 5 de outubro. O deputado estadual Clóvis Ferraz e o médico Joás Meira, ambos pré-candidatos a prefeito definirão juntamente com os vereadores José William de Oliveira Nunes, Irmãs Lemos e Lúcia Rocha o nome que representará o partido na composição da chapa majoritária.
Na tentativa de encontra solução para composição de uma chapa dos partidos de oposição, Dr. Joás Meira, sinaliza que uma pesquisa com instituto confiável é a melhor solução. O vereador José William, também é favorável que uma pesquisa possa determinar os nomes mais aceitos para composição das candidaturas (prefeito e vice) das oposições.

NOTAS SOLTAS!

1. O terceiro mandato de Lula interessa aos governadores que tem idade para esperar 2014 e que não tem fôlego político para 2010.
2. Os acontecimentos do Tibet transformam o Rio em franco favorito para os JJOO de 2016.
3. Duda Mendonça confirmou no depoimento a justiça que recebeu dinheiro no exterior, do PT para a campanha de Lula. Collor caiu porque não conseguiu demonstrar origem dos recursos para a campanha e inventou a operação Uruguai. Mais grave o caso de Lula, com firma reconhecida.
4. Millor Fernandes sobre o Bolsa-Ditadura: "- Mas afinal, era revolução ou investimento?"
5. Enchentes nos EUA: Clinton foi pessoalmente ao local, Bush foi pessoalmente ao local... Lula só vai aos locais para comícios. Preferiu se reunir em Brasília com governadores do nordeste em ar condicionado. Além de não se mexer, ainda tirou os governadores do campo de batalha.
6. O ministério da saúde vai ficar parado no caso das enchentes no nordeste? Em seguida vem leptospirose... Vai colocar a culpa em quem?
Ex-Blog do Cesar Maia

Prefeito de Itabela é preso pela PF

Jr. Dapé conduzido pela PF


ITABELA - A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (9), a Operação Pasárgada, com o objetivo de pôr fim a um esquema de liberação irregular de verbas do Fundo de Participação dos Municípios - FPM com prejuízo para os cofres públicos que pode ultrapassar 200 milhões de reais.
Na cidade de Itabela, os agentes da PF chegaram na casa do prefeito Jr. Dapé por volta das 06h00 da manhã para cumprimento de mandado de busca e apreensão e de prisão. Os agentes precisaram arrombar o portão. Antes das 09 horas da manhã, eles deixaram o local, levando o prefeito Jr. Dapé, preso. Ele não estava algemado. Em rápida entrevista ao RADAR64, Jr. Dapé disse que estava apenas indo ser ouvido na PF de Porto Seguro. Neste momento, Jr. Dapé presta depoimento na sede da PF, Porto Seguro e deve ser levado para Belo Horizonte, onde a operação está centralizada. Os agentes também encontraram uma escopeta no interior da casa, configurando porte ilegal de arma de fogo. Um advogado ouvido pelo RADAR64 disse que o mandado de prisão é temporário, de cinco dias, mas pode ser ampliado.
Na Operação foram mobilizados 500 Policiais Federais para cumprir 100 Mandados de Busca e Apreensão e outros 50 Mandados de Prisão em Minas Gerais, na Bahia e no Distrito Federal.

Radar 64

Casamento Coletivo

A Praça José Bastos, no centro de Itabuna foi o espaço escolhido para acolher, no próximo domingo (13), os 87 casais para a II Cerimônia de Casamento Coletivo. Promovida pelo colegiado do curso de Direito da FTC Itabuna, a cerimônia ocorre em parceria com o Tribunal de Justiça da Bahia (Comarca de Itabuna) e o Ministério Público Estadual. A solenidade está marcada para 17h.Denominado de Projeto Família Legal, a iniciativa - que era para ser somente um projeto de legalização de uniões estáveis - se transformou numa grande ação interdisciplinar de promoção e valorização da cidadania, beneficiando centenas de casais de baixo poder aquisitivo. A realização do evento conta com a parceria do colegiado de Comunicação Social (Jornalismo e Publicidade e Propaganda), e dos cursos da área de Saúde.

Lula gastou US$ 8 mil em Nova Iorque, diz deputado

O deputado federal, Vic Pires Franco, (DEM/PA) disse ontem (08/04) na CPI mista que apura os gastos com o cartão corporativo, que o presidente Lula e sua comitiva gastaram, em setembro do ano passado, pouco mais de US$ 8 mil dólares (R$ 14,8 mil) com alimentação e bebidas a bordo do Aero Lula, durante viagem que o presidente fizera a Nova Iorque. Um assessor do Planalto, revelou o parlamentar do Democratas, reservou para a viagem US$ 50 mil para as despesas. Na volta ao Brasil, foram devolvidos somente US$ 15 mil. O líder do governo na Câmara, deputado Henrique Fontana, (PT/RS) protestou no Plenário contra aquilo que considerou quebra de sigilo dos gastos da Presidência da República.

Iruman Contreiras

O petista Iruman Contreiras foi entrevistado hoje no programa Ponto 04 da rádio Difusora de Itabuna.
Isso demonstra que ele ainda mantém um bom relacionamento com o prefeito e proprietário da rádio, Fernando Gomes (DEM). E que a sua pré-candidatura realmente tem o objetivo de atrapalhar os planos de Geraldo Simões.