segunda-feira, 31 de março de 2008

Ricardo Xavier

Na semana passada circulou o boato que foi o deputado estadual, Capitão Fábio, que teria feito a negociação com o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, para João Xavier substiuir o seu filho na secretaria de esporte da prefeitura de Itabuna.
Mais essa informação não procede, a secretaria de esporte pertence ao grupo de Ricardo Xavier, pois faltando 15 dias para a eleição de 2004, na qual Ricardo era candidato a vice prefeito, ele fez um acordo com o então candidato Fernando Gomes, que caso Fernando fosse eleito Ricardo teria a secretaria de esporte. Depois desse acordo Ricardo mudou de lado, e mesmo sendo candidato a vice apoiou e votou em Fernando Gomes.
E como Fernando Gomes tem palavra a cumpre seus compromissos foi escolhido o pai de Ricardo para ser o mais novo Secretário de Esportes de Itabuna.
Nem o PMDB e nem Fábio Santana tiveram influencia nessa escolha!

Os vereadores da bancada de oposição

Os vereadores da bancada de oposição ao prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, vão se reunir hoje às 18 horas com o secretário estadual de saúde do estado da Bahia, e a pauta da reunião será os problemas da saúde e, sobretudo do hospital de Base de Itabuna.
Porém, a competência para resolver os problemas da saúde de Itabuna é do prefeito Fernando Gomes, os vereadores estão querendo apenas fazer política.
Não fizeram nada em 03 anos para solucionar o caos na saúde, mais como estamos em ano de eleição eles estão querendo aparecer nos jornais, o objetivo é eleitoral.
O mais interessante é que essa reunião foi marcada pelo o presidente da câmara de vereadores de Itabuna, Edson Dantas, que foi secretário de Saúde no governo passado e foi exonerado por incompetência pelo o ex-prefeito.
Muita cara de pau dos vereadores!!

sábado, 29 de março de 2008

Inscrições abertas para Reda da Agerba

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo para seleção pública para preenchimento de vagas temporárias na Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), em Regime Especial de Direito (Reda). As inscrições podem ser feitas no site www.selecao.uneb.br/agerba até domingo, 30. São oferecidas 43 vagas: 16 para agente administrativo (R$ 384,32), 10 para agente de suporte de regulação (R$ 562, 10), seis para motorista (R$ 380) e 11 para técnico de atividade de regulação (R$ 1.686,32, nível superior). As inscrições custam R$ 30 para os cargos de nível médio e R$ 45 para o cargo de nível superior. Outras informações no site www.uneb.br.

'Pornoglota'

Se Lula ligou mesmo espinafrando "meu filho" Bush com um "pô" no final, coitado do intérprete ao telefone. Primeiro traduziu o português de Lula para a língua portuguesa e depois para o inglês, incluindo reticências...
Claudio Humberto

Senador César Borges costura alianças com o PT na Bahia

O senador César Borges (PR-BA) esteve ontem (sexta-feira-28/03) na cidade de Itapetinga, onde presidiu o encontro regional do PR, com a presença de comissões de 16 municípios da região. O encontro foi realizado na sede do Show Bahia Eventos, participaram prefeitos, vereadores, pré-candidatos e dirigentes do partido, tendo ainda a participação do ex-deputado federal Eujácio Simões e do presidente do PT de Itapetinga, José Carlos Moura. Segundo César Borges, Itapetinga pode ser um dos municípios baianos com coligação entre seu partido e o PT, incluindo também Madre de Deus, Juazeiro, entre outros.

sexta-feira, 28 de março de 2008

Pesquisas de consumo interno mostra vitória do PMDB em Cruz das Almas

A última pesquisa de intenção de voto em Cruz das Almas aponta vitória do candidato do PMDB
Dr. Jean 46%
Orlandinho 22%
Beto 3%
Edson Ribeiro 1,5%
Não sabe 22,5%
Não opina 5%
Foram ouvidas cerca de 400 pessoas, estes números representam uma resposta espontânea dos entrevistados. Observa-se que 46% votariam em prefeito para Dr. Jean, 22,5% não sabe em quem votar, julga muito cedo para pensar em eleição, 22% votam em Orlandinho, 5% não possui opinião formada e 4,5% está distribuído entre os candidatos Beto, Edson Ribeiro.

Polícia federal caça

Segundo o blog Pimenta na Muqueca "a polícia federal caça, ferozmente, um dos principais colaboradores do ex-prefeito ilheense Jabes Ribeiro.
Não é coisa pequena. O procurado é bastante conhecido por desenvolver articulações municipais para o ex-prefeito".

OBS: Fomos informados que provavelmente o procrurado seja Magno Santos, que foi um próspero diretor-financeiro da Amurc e um dos coordenadores das campanhas de Jabes.

A rampa de Edson Dantas

Até agora o presidente da câmara de vereadores de Itabuna, Edson Dantas, não revelou quanto realmente custou a tal rampa construída por ele.
Os comentários nos bastidores dizem que foi em torno de R$ 80 mil, porém, alguns empresários do ramo da construção afirma que com esse valor daria para construir 3 rampas melhores e maiores que a da câmara de vereadores.
E o mais grave disso tudo, é que Edson Dantas comprovou a sua incompetência como gestor, pois o Espaço Cultural pertence à FICC, e a câmara de vereadores está simplesmente usando o local, além disso, o prédio é tombado pelo o instituto do patrimônio histórico, e em virtude disso não pode sofrer nenhuma alteração em sua estrutura sem aval técnico.
Por conta disso que ele foi acionando pelo o Ministério Publico para explicar por quer realizou essa construção sem nenhum aval técnico e além do mais a câmara não pode realizar alteração em um prédio que não pertence.
E esse cidadão quer administrar Itabuna!!!

A greve dos policiais civis da Bahia

A greve dos policiais civis da Bahia foi oficializada agora há pouco, na sede do sindicato da categoria. Agora, a classe define como vão ser as estratégias da paralisação. O motivo foi o reajuste salarial de 4,46%, sendo que o ganho real é de 1,5%. Com a greve, serão mantidos apenas o serviço de registros de flagrantes em casos de crime contra a vida (homicídios e tentativas de homicídio), custódia de carceragem de presos, e levantamento cadavéricos necropsias. Os demais, como exames técnicos, laudos, perícias, rondas preventivas, cumprimentos de mandados judiciais e ocorrências de crimes contra o patrimônio serão interrompidos.

CÉSAR MAIA ATACA JAQUES WAGNER

Mesmo com a epidemia de dengue no Rio de Janeiro, o prefeito César Maia mostrou-se surpreso com os índices de violência na Bahia e atacou o governador Jaques Wagner, seu conterrâneo. "O Rio não podia ter mandado esse cara para governar a Bahia".
Do site Bahia Notícas.
OBS: Concordamos em número, grau e gênero com o prefeito do Rio de Janeiro, senhor “Epidemaia”.
O governador carioca da Bahia ainda não mostrou para quer veio, a Bahia está retroagindo em todos os aspectos, saúde, educação, segurança e etc...
O PT falou que iria mudar a Bahia, só não avisou que seria para pior...

quinta-feira, 27 de março de 2008

Venda da FACSUL

Depois de 15 dias sem aparecer na FACSUL, o diretor Marcelo Valente esteve ontem na instituição. Ele afirmou que existe o interesse de comprar a FACSUL, porém, não existe a vontade de vender.
Mais já dizia Ruy Barbosa, onde a fumaça a fogo.

O passo de ACM Neto

O deputado federal Antonio Carlos Magalhães Neto dá hoje um passo que pode ser decisivo para o seu futuro político. Ele lança logo mais a sua candidatura à prefeitura de Salvador. Personalidades nacionais do Democratas vão prestigiar o ato, que estará longe de ostentar a pompa das outroras comemorações do ex-PFL. Fosse em outros tempos, o antecessor do DEM faria uma festa de arromba, preferencialmente no Centro de Convenções, sob o comando da então maior liderança do partido na Bahia e uma das maiores do Brasil, o senador Antonio Carlos Magalhães. ACM Neto entra na campanha sucessória com várias cartas na manga. Saberá usá-las no momento correto. Não deve, portanto, ser subestimado. Se eleito prefeito de Salvador, amplia a projeção nacional do DEM e se torna, naturalmente, um nome em potencial para o governo do Estado já em 2010. Talvez até, quem sabe, com o apoio do PMDB do ministro Geddel Vieira Lima (Integração Nacional), a depender dos entendimentos - ou melhor, dos desentendimentos - entre Geddel e o PT do governador Jaques Wagner. Bem, estou falando no condicional. E já que é assim, se ACM Neto conseguir, já agora, construir um leque de aliança representativa, que lhe possibilite um tempo maior de televisão e rádio, estará demovendo mais um obstáculo de sua caminhada rumo ao Palácio Thomé de Souza. Os coordenadores do deputado baiano, líder do DEM na Câmara Federal, avaliam que há uma tendência natural de crescimento da sua candidatura a prefeito. Primeiro, porque ele não foi testado ainda numa função executiva. Segundo porque é jovem e tem, em tese, se mostrado apto para exercer o cargo. Mais: seus adversários dispõem de pouca munição para alvejá-lo na campanha. Além disso, aparece bem nas pesquisas e tem baixo índice de rejeição. Reúne, assim, um rosário de condições indispensáveis para entrar no front, sem contar que conhece os problemas da cidade para os quais, como todo bom candidato, certamente dirá que tem as soluções. O eleitorado não se deixa mais levar pela história furada de que, por ser de uma legenda fora do arco de aliança com o PT e seus coligados, o Democratas seria alijado e abandonado pelos governos federal e estadual. Isso é conto da carochinha. Hoje, a maioria das verbas destinadas aos municípios são carimbadas e não podem ser desviadas estupidamente como ocorria anos passados.
Lançada a candidatura de Neto, resta agora escolher-lhe um vice, que deve ser tirado de um partido que vier a se aliar ao DEM. Fala-se num nome: Tércia Borges, a esposa do senador César Borges. Resta saber se ela e o marido, que é do PR, vão aceitar. Mas essa é outra história.
Janio Lopo

ITABUNA SE CLASSIFICA

O Itabuna jogando em casa venceu ao Fluminense por 2x1 e contou com a derrota do Colo Colo, para o Vitória da Conquista por 3x2 e garantiu a classificação antecipada para o quadrangular.

Hospital Maria Goretti incluído novamente em leilão do TRT5

O prédio do Hospital Maria Goretti está indo novamente a leilão para saldar dívidas com
ex-funcionários. O bem está incluído em 16 dos 146 lotes do mega-leilão unificado que o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) 5ª Região realiza em Itabuna, dias 03 e 04 de abril de 2008, no Centro de Cultura Adonias Filho, a partir das 09 horas.
Avaliado em cerca de R$ 2 milhões no mercado imobiliário local, o prédio foi penhorado por diversos reclamantes em processos que tramitam na Justiça do Trabalho desde 1998, quando a Samec S.A. Médica de Itabuna faliu e fechou as portas do hospital. A expectativa entre os ex-funcionários é grande em Itabuna. Eles esperam que o leilão possibilite a quitação de suas dívidas trabalhistas.Além do hospital, o pregão unificado do TRT5 reúne bens penhorados de diversas naturezas. Desde fazendas de cacau a móveis de escritório, equipamentos de informática, eletrodomésticos, imóveis, terrenos, máquinas industriais, animais, material de construção e até combustível.
A lista completa dos produtos que serão leiloados está disponível no site <www.projetoleiloar.com.br>.

Política,gente e poder.

Davidson Magalhães, Miralva Moitinho, Eduardo Barcelos, Roberto Barbosa, Edson Dantas, Eric Ettinger, Sílvio Porto, Moacir Lima, Luís Sena e outros exércitos não ficariam indiferentes nem insensíveis a um convite de Geraldo Simões para prefeitinhos. Traduzindo: vice-prefeito. Eles nunca foram inimigos.
Roberto Barbosa, metade empresário, misto de político, é candidato a candidato a prefeito desta capital-cidade do planeta cacau, PP. Ele (Roberto Barbosa) tem conselheiro político experiente, de qualidade: Jabes Ribeiro. Mas o futuro eleitoral-político de Roberto Barbosa é indefinido, custa muito caro.
Edson Dantas, presidente da Câmara de Vereadores aqui de Itabuna, e Ruy Machado, lógico, Ruy com Y, já foram correligionários, foram amigos. Na atualidade, Edson & Ruy se hostilizam, são inimigos. Então, futuramente, posso escrever: Edson & Ruy já foram grandes inimigos. A política acelera convivências.
Pesquisas. Políticos, partidos promovem pesquisas com cientistas, sociólogos nas cidades de Itabuna-Ilhéus. Pouquíssimas registradas na Justiça Eleitoral. As consultas estão sendo usadas para o chamado consumo interno. Que o povo escolha os competentes, privilegiando sempre o bom caráter. Amém.
Helenilson Chaves, Ervino Binoy, José Oduque, personalidades, cardeais, abades, bispos do capitalismo deste planeta cacau. Comerciantes, empresários poderosos. Helenilson, Ervino, Oduque, traduzindo. Desigualdades financeiras-econômicas não prevalecem, não existem entre os três, eles. Fortunas.
José Oduque, originário de Sergipe, estabelecido há décadas e décadas aqui em Itabuna, ex-prefeito. Comentam, dizem os ingênuos que o senhor José Oduque conseguiu ficar milionário comercializando garrafas, vendendo garrafas. Extraordinária, grotesca ingenuidade. Isto é fantasia.
Eduardo Anunciação

quarta-feira, 26 de março de 2008

Homenagem e saudade no orkut de Michelle Mayan

Os amigos e parentes da jovem Michelle Mayan , vítima fatal do acidente no último domingo a noite na avenida Juracy Magalhães em Itabuna, usam o orkut para fazer as últimas homenagem e manifestar o carinho pela a jovem.
O perfil de Michele é
http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=36030482499787358 ou michelle maryan.
Os jornais de Itabuna fizeram uma baita cobertura quando aconteceu o acidente com as 04 estudantes no inicio do ano, porém, já no caso do acidente que vitimou a jovem Michelle Mayan, a cobertura está totalmente diferente.
Provavelmente deve ser por conta da diferença das classes sociais, pois as 04 jovens faziam parte à “burguesia Itabunense" e Michelle não pertencia a essa “elite falida”.
Viva a Hipocrisia!!!
Foto de Michelle Mayan





Ponto 4

O apresentador do programa ponto 4 da rádio Difusora de Itabuna, Joel Filho, fez uma declaração hilária hoje durante o programa. Ao comentar a situação do PT em Itabuna, onde os filiados não aceitam o nome de Jussara Feitosa como candidata a prefeita e por isso sugeriram uma prévia.
Joel Filho afirmou que o PT em Itabuna está dividido entre Geraldo Simões e Josias Gomes, e disse que Josias é um homem direito e muito honesto.
Para quem não lembra, Josias Gomes foi um dos deputados acusados de receber recursos de
Marcos Valério e Delúbio Soares, o chamado Mensalão.
Ele confessou que recebeu R$ 120 mil do mensalão.
Que cara de pau esse Joel Filho.

O governador carioca da Bahia

O governador carioca da Bahia, Jacques Wagner, está sendo bastante cruel com a população de Itabuna, se ele pensa que com a retaliação que ele está fazendo com a nossa cidade ele está prejudicando o atual prefeito, ele está altamente equivocado.
As duas obras que o governo do estado estava fazendo em Itabuna desde 2006 foram interrompidas depois que o Jacques Wagner assumiu o governo do estado.
A construção do teatro e do centro de convenções são duas obras bastante importante e, sobretudo necessária para Itabuna, porém, em virtude de indiferença política partidária Jacques Wagner mandou parar as obras, e sendo que uma das obras já está 80% construída, mais mesmo assim foi parada e está entregue as baratas.
Mais o governador carioca da Bahia deve saber que a população e, sobretudo o eleitorado de Itabuna sempre foi destemido, por conta disso, elegeu o Geraldo Simões duas vezes a prefeito, e em ambas o PT era oposição ao governo federal e ao governo Estadual. Isso prova que o candidato de Jacques Wagner não terá uma vida tranqüila nas próximas eleições.
É notório que o governo do Jacques Wagner está fadado ao fracasso, pois ele está de mostrando que não tem competência, capacidade e, sobretudo qualificação para governar um Estado da relevância da Bahia.

Nem sempre a mudança é para melhor!!
João Matheus

Distribuição de peixe em Pau Brasil

Fomos informados que Sergio Gomes,que é pré-candidato a prefeito de Pau Brasil e filho do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, distribuiu na semana santa mais de 4 mil quilos de peixe naquela cidade.
Esse ano o prefeito Fernando Gomes não distribuiu peixe em Itabuna, alegando falta de verba, porém, qual é a origem dos peixes de Pau Brasil?
Será que foi comprado pelo o pré-candidato Sergio Gomes ou pela a prefeitura de Itabuna?
Perguntar não ofende!

Política ,gente e poder

José Henrique, itabunense de raízes, quando presidente do Diretório-Itabuna, antigo PFL, hoje, Democratas, se acovardou diante dos olhos de pantera de Dona Maria Alice. Sumarizando, ficou amestrado, agregado a Dona Maria Alice. Comportamento imaturo do doutor José Henrique. Nos próximos parágrafos.
José Henrique, também, quando secretário municipal de Saúde, se apequenou diante do autoritarismo do prefeito Fernando Gomes. Mas o secretário, político doutor José Henrique estava se julgando um privilegiado, estava se sentindo iluminado. Neste equívoco, se despediu da vida partidária, política.
José Henrique, testemunhando. Este soldado raso do jornalismo político deste planeta cacau (DIÁRIO DO SUL) vitaminou esperanças, esperei muito do doutor José Henrique. Foi a esperança da inutilidade, como foi cansativa espera. José Henrique, politicamente, no ostracismo, cansado. Cometeu muitos erros.
Fernando Gomes, neste quarto mandato de prefeito desta capital-cidade do planeta cacau: Desenvolvimento, prosperidade, crescimento. Ah, coisas inconclusas, coisas que não houve, coisa que não há é desenvolvimento.
Eduardo Anunciação

Indefinição

A situação do PMDB de Itabuna é passível de muita especulação. A cúpula do partido declara que não aceitará qualquer coligação na propocional com o PRP de Ruy Machado que, por sua vez, informa que não haverá qualquer problema com a desejada coligação, pois o deputado Fábio Santana acatará a decisão do seu partido (PMDB), pois os interesses políticos estão em jogos são bem maiores do que se imagina à primeira vista.

PORTO SUL

Com a crise do cacau, que atingiu a região na década de 90, Ilhéus empobreceu e se viu diante de uma população que saltou de 150 para 250 mil habitantes em pouco mais de 10 anos. A carência de recursos para infra-estrutura urbana era visível, e por outro lado vimos o nosso porto sofrer com perdas de mercadoria, pois o mesmo estava voltado para a exportação do cacau. O Porto de Ilhéus, por não ser graneleiro, perde em competitividade, temos que reconhecer. Ainda assim, a cidade avançou muito. O Pólo de Informática foi implantado, o turismo ganhou um moderno Centro de Convenções, e navios de passageiros foram atraídos para a nossa cidade.Mesmo com falta de recursos, grandes obras foram implantadas, a exemplo do Quarteirão Jorge Amado com a revitalização de espaços culturais, como o Bataclã, Projeto Maramata no Pontal, urbanização de diversos bairros populares, bem como o Projeto Orla envolvendo as litorâneas do Malhado e São Domingos. Não podemos esquecer das obras de proteção do bairro São Miguel e a continuação do Projeto Viva o Morro, que atendeu milhares de moradores de baixa renda. Com sua cultura e história, Ilhéus estará sempre presente no cenário nacional.Entretanto, em nenhum plano estratégico de logística de transportes, seja federal ou estadual, o Porto de Ilhéus era lembrado. Falava-se em Campinhos, Aratú e na construção de um terminal portuário na cidade de Belmonte. Até a celulose do extremo sul pensaram em exportar pelos portos do Espírito Santo. Ferrovia ligando Brumado/Tanhaçú a Ilhéus, interligando nossa cidade à malha ferroviária nacional, nem pensar.Agora como que por milagre, com a descoberta de minérios em cidades próximas a Ilhéus, os governos Lula e Wagner nos dão a oportunidade de ganharmos um novo porto, que trará milhares de empregos, não só diretos, mas, principalmente, indiretos. O Porto Sul poderá no futuro atrair uma usina siderúrgica, exportar soja por navios graneleiros, e apresentar, juntamente com o novo aeroporto, a infra-estrutura adequada para implantação da ZPE, além de outros investimentos geradores de emprego e renda.É claro que não podemos simplesmente aceitar o investimento sem as salvaguardas ambientais. Exigiremos as contrapartidas. Hoje a legislação é rígida, e por certo as Audiências Publicas mostrarão as medidas que serão necessariamente tomadas para preservar o ambiente no entorno do porto. Devemos ter competência para preservar nosso ecossistema, integrando-o ao turismo, setor vital para o desenvolvimento, mas não podemos perder essa oportunidade única. O povo precisa de empregos, e o novo porto, como investimento âncora, poderá ser o divisor de águas no desenvolvimento sustentado que tanto almejamos. Somos convocados a conhecer e acompanhar todas as etapas para implantação do projeto, sem radicalismo e com o olhar voltado para o futuro da nossa gente.
Portanto, ilheenses, sou a favor do porto.
Jabes Ribbeiro

terça-feira, 25 de março de 2008

Política,gente e poder

Renato Costa foi vice do prefeito Gomes, no segundo governo. Ubaldo Dantas, lembrai- vos, foi vice de Geraldo Simões, segundo governo. Renato & Ubaldo,doutores e médicos, tiveram desentendimentos com os cabeças de chapa.
Luís Sena, prefeiturável aqui em Itabuna, vereador, PC do B. Este soldado raso do jornalismo político deste planeta cacau já está desconfiando que o senhor Luís Sena não é candidato. Pode acontecer ou vai.
Fernando Gomes, prefeito de plantão daqui de Itabuna, de quando em quando aparece na boate do Itabuna Palace para se divertir, dançar com sua mulher Sandra Nilma. Parecem dois namorados. Que maravilha.Dinailton Oliveira, PDT. Capitão Azevedo, Democratas, candidatos a candidato a prefeito daqui de Itabuna. Eles não estão tendo a solidariedade do prefeito
Fernando Gomes. Dinailton & Azevedo: só expectativa.Dinailton Oliveira nas conversas com pessoas, amigos mais próximos, tem proclamado, declarado, dito que é candidato com ou sem Fernando Gomes. Ele já provou quando foi candidato a deputado estadual, há anos.
Eduardo Anunciação

segunda-feira, 24 de março de 2008

Venda da FACSUL

A negociação envolvendo a compra das faculdades Facsul (Itabuna) e FacDelta (Salvador e Feira de Santana) estão bem adiantadas, e os comentários falam que a negociação pode ser concluída a qualquer momento, e certamente o valor será a partir de R$ 100 milhões, isso mesmo, 100 milhões de reais.
Aliás, o diretor da Facsul, Marcelo Valente, está desaparecido, já faz mais de 15 dias que ele não pisa o pé na instituição, as comissões de fortamura estão marcando reunião com ele e nada do homem aparecer.
Viva o capitalismo!!!

Nelsinho lançou a Babado Novo

Para quem não sabe, Cláudia Leitte tinha um bom motivo para escolher Ilhéus para seu primeiro show-solo na Bahia. Foi Nelsinho Lima, do bloco Te Amasso, quem primeiro acreditou na banda Babado Novo, então desconhecida, contratando para sair com ele no carnaval de Itabuna. A banda explodiu em Itabuna e já chegou em Salvador, duas semanas depois, com a fama pronta. Cláudia Leitte reconhece isso. Detalhe: o show só não foi em Itabuna porque o atual prefeito não deixou.

Marcel Leal

sábado, 22 de março de 2008

Pesquisa em Itabuna

Pesquisa para prefeito realizada em Itabuna apresenta o seguinte resultado,os três primeiros colocados são:
1º Geraldo Simões (PT)
2º Capitão Fábio (PMDB) logo atrás
3º Capitão Azevedo (DEM)


No quesito rejeição o ex-prefeito Geraldo Simões é o líder isolado.

Frase de Geddel Vieira Lima

“Quero saber do PT qual será a música porque eu sei dançar todos os ritmos. Mas preciso estar com a roupa adequada”.

sexta-feira, 21 de março de 2008

A trilha sonora da dengue

Reproduzo a charge do cartunista Chico Caruso publicada hoje (21/03). Lula, Cabral e César Maia dormiram no ponto e o circo está pegando fogo para desespero da população.

A Facsul está a venda.

A notícia é do jornal O Trombone, já nas bancas: pelo menos quatro grupos do setor educacional estão interessados na compra das faculdades Facsul (Itabuna) e FacDelta (Salvador e Feira de Santana). Os grupos são a Unip, COC, Unime e Estácio de Sá.As negociações estão avançadas, segundo confirmou o diretor comercial da Facsul, Nérope Martinelli, a O Trombone. Confira todos os detalhes da transação na edição numa banca próxima.
Nota postada no Blog Pimenta na muqueca.

quinta-feira, 20 de março de 2008

ACM Neto

video

quarta-feira, 19 de março de 2008

O governador Jacques Wagner


O governador Jacques Wagner é um homem de muita sorte, foi eleito governador quando ninguém esperava , só ele. E hoje não tem oposição nenhuma, quem é oposição ao governador? Que faça, que trabalhe, que tenha realmente repercussão, que incomode o governo e que estabeleça limites para ação do governo? Ninguém, nem política e imprensa.
O caso dos contêineres do carnaval é um exemplo claro, qual foi à prestação de contas que se da ao povo que pagou a compra? Nenhuma!
É a mesma coisa da desastrada ação do secretário de saúde do estado quando cancelou o contrato com a cooperativa e partiu para o REDA, não deu certo e contratou a fundação Irmã Dulce, contratou a fundação José Silveira com o custo muito mais elevado, e no final contratou uma cooperativa do próprio dono da cooperativa anterior que eles tantos reclamavam, e o custo foi lá para cima, e ninguém prestou satisfação.
Mais tem o portal da transparência, e daí? É a mesma coisa dos exames que os tribunais de contas fazem, eles examinam se do ponto de vista formal toda a legislação foi comprida, e a corrupção está aí embutida ali dentro desde que seja dentro do formalismo e passa tudo, então é a mesma coisa.
João Matheus

Pai de Geddel

O pai do ministro Geddel Vieira Lima, senhor Afrísio Vieira Lima, completa hoje, 19 de março, 79 anos de idade.

Eleição do PT

Finalmente chegou ao fim a briga do PT, e Jonas Paulo foi eleito presidente estadual do partido, isso significa a derrota de muita gente, inclusive daqueles que advogam uma candidatura própria do PT a prefeitura de Salvador, isso não quer dizer que o presidente eleito tenha condição de sozinho ou com o grupo dele impor um acordo com o PMDB, más certamente vai trabalhar nessa direção.
De qualquer jeito nós não podemos nem dizer que entre mortos e feridos salvaram-se todos, pois alguns não se salvaram. A integridade, a lisura, o comportamento elevado e a capacidade de dialogo político, isso não sobreviveu, foi assassinado pela a disputa selvagem entre membros do PT. É lamentável, o partido do presidente da república e do governador da Bahia da um exemplo desses, e ainda tem gente que diz que isso é uma disputa democrática. Isso de democrática não tem nada. E até um funcionário da assembléia que foi preso acusado de roubar uma urna da eleição, um partidário do presidente derrotado do PT, estava ainda com R$ 1,500 de tickets de gasolina da assembléia legislativa da Bahia.
O presidente da assembléia disse que os tickets provavelmente foram dados pelo algum deputado para uma missão política. Missão política uma ova, isso é campanha eleitoral, isso é uso indevido de recursos públicos.
Marcelo Nilo deveria ter vergonha de dizer isso, e o mínimo que ele deveria fazer é instaurar um inquérito para investigar, mais não, por quer? Vai brigar com o PT? Ora, o PSDB está ai namorando para o PT apoiar o Imbassay para a prefeitura de Salvador, então são aliados e a sujeira vai toda para debaixo do tapete.
Que vergonha...
João Matheus

Distribuição de peixe

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, quebrou uma tradição de suas administrações, que é a distribuição de peixes para as famílias carentes no período da semana Santa.
O secretário de administração do município, Jorge Tomate, informou-me que em virtude de falta de verba não acontecerá à distribuição de peixe esse ano.

terça-feira, 18 de março de 2008

Apoio do prefeito Fernando Gomes

Só depois da semana santa que o Capitão Azevedo saberá se será candidato a prefeito de Itabuna pelo o DEM, pois o prefeito Fernando Gomes, a maior liderança do DEM na região, tem uma audiência marcada com o ministro da integração nacional e homem forte do PMDB na Bahia, Geddel Vieira Lima, após a semana santa.
O objetivo do ministro é conseguir o apoio do prefeito e do DEM para a candidatura do PMDB em Itabuna, que é o Capitão Fábio, e não está descartada que o vice seja o Capitão Azevedo, ou então a segunda opção seria o Dinailton Oliveira {PDT}, como vice.
Porém, a candidatura de Capitão Azevedo está fadada ao fracasso, pois ele está crescendo nas pesquisas igual a “rabo de cavalo”, ou seja, para baixo.

Recuo estratégico

Fomos informados pelo um assessor direto do secretário de agricultura do estado da Bahia, Geraldo Simões, que realmente ele está convicto que a melhor opção para o PT em Itabuna é lançar a sua esposa, Jussara Feitosa, como candidata a prefeita de Itabuna.
Porém, essa escolha não é pelo o fato dele querer ser candidato ao Senado em 2010, más sim pelo o fato da sua rejeição, pois sem o nome do atual prefeito, Fernando Gomes, na disputa, vislumbra uma vontade popular pelo um novo modelo administrativo, isso está comprovado nas pesquisas realizadas no município, onde ele é o campeão no quesito rejeição.

Política,gente e poder

Renato Costa foi recandidato a estadual, PMDB, 2006. Mas um gatinho furioso, gato preto cruzou a estrada do doutor Renato. Ele tem conseguido a palavra amiga do deputado estadual, pré-prefeiturável Fábio Santana, como tem o consolo do ministro Geddel Vieira. Doutor Renato está com o ganso afogado.
Renato Costa. Este, eleitoralmente com binóculos, sem binóculos, com óculos, sem óculos, vai precisando politicamente usar colírio no olho esquerdo, direito. Doutor Renato completamente caolho, completamente míope, deveras, com o ganso afogado. Qual o destino político do doutor Renato Costa?
Fernando Gomes, prefeito de plantão aqui de Itabuna, antigo PFL, Democratas, promovendo crocodilagem em direção, pra cima de Dinailton Oliveira, pré-prefeiturável, PDT. Ele (Dinailton), mantendo comportamento prudente.
Fernando Gomes, sempre Fernando prefeito, político, homem, deixando Dinailton Oliveira dirigindo um fusquinha. E por aí conversa com Dona Maria Alice: “Conosco ninguém podemos”. Dinailton é candidatíssimo.
Daniel Gomes, ex-estadual combativo do PMDB, PMDB que projetou Fernando Gomes. Informação que vazou para esta coluna. Apesar da irmandade, o respeitado Daniel está distante do prefeito. Merece honrarias.
Eduardo Anunciação

Kátia Alves e filha de Félix serão candidatas à Câmara de Salvador

A ex-secretária de Segurança Pública Kátia Alves e Andréa Mendonça, filha do deputado federal Félix Mendonça (DEM), são dois nomes que o DEM lançará à Câmara Municipal para conquistar o eleitorado feminino. Kátia acredita que terá pela primeira vez tribuna para defender-se das acusações da oposição de que foi a “Rainha do Grampo” no Estado, uma referência ao festival de grampos de políticos, autoridades e figuras da alta sociedade baiana, patrocinados pela secretaria durante a sua gestão. Andréa realiza um sonho que acalenta há anos, mas só agora pode compatibilizar com a vida de empresária.

segunda-feira, 17 de março de 2008

FTC celebra convênios com sindicatos de radialistas e jornalistas

A FTC Itabuna deu um importante passo para a formação acadêmica deradialistas e jornalistas da região. Na última sexta (14), firmou convênio com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Bahia (Sinjorba) e o Sindicatodos Trabalhadores em Empresas de Rádio, TV e Publicidade de Itabuna (Stert).Assim os associados das duas entidades terão a oportunidade de ingressar noscursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, pós-graduação e de extensãocom desconto de 30% nas mensalidades. O convênio permitirá ainda o ingresso em outros cursos da FTC para os profissionais já graduados em Comunicação.

domingo, 16 de março de 2008

O clã ACM se engalfinha em torno de sua herança

Ameaças, chantagens, intrigas e até invasão autorizada pela Justiça marcam a disputa da família de Antonio Carlos Magalhães por patrimônio avaliado em 345 milhões e esferas de influência na Bahia
Fino observador e implacável executor das leis que movem o poder e o dinheiro, o ex-senador Antonio Carlos Magalhães seria o primeiro a saber: quanto mais de ambos, maior a probabilidade de disputas. Morto no ano passado, depois de uma vida em que, à exceção da Presidência da República, ocupou praticamente todos os postos que contam (inclusive os que não têm designação), ACM deixou uma herança política em refluxo e um patrimônio ainda saudável, avaliado em 345 milhões de reais, constituído por emissoras de rádio e televisão, jornal, gráfica, imóveis, ações e dinheiro. Na semana passada, uma cena inimaginável na época áurea do leão baiano revelou a existência de uma briga feroz entre os filhos e netos pela herança do ex-senador. Amparados por uma decisão judicial, policiais armados arrombaram o apartamento da viúva de ACM, Arlette Magalhães, de 78 anos, à procura de quadros, esculturas e objetos valiosos supostamente desaparecidos após a sua morte. A ação foi autorizada pela Justiça depois que Tereza Magalhães Mata Pires, filha do ex-senador, acusou o irmão, ACM Júnior, de esconder dos inventariantes a parte de maior valor do acervo que o pai mantinha em casa. A briga pela herança tem todos os elementos dos litígios familiares que entram para a história: ódios antigos, ameaças, chantagens, intrigas, espionagem e, inevitavelmente, a eclosão de segredos íntimos guardados por décadas. Ao fundo, o panorama sempre venenoso das disputas pelo poder na Bahia.
ACM não deixou testamento. Pela lei, seus bens devem ser divididos entre a viúva, Arlette, e os filhos, ACM Júnior e Tereza Magalhães; mais os netos Luís Eduardo Filho, Carolina Magalhães e Paula Magalhães, cujo pai, o deputado Luís Eduardo Magalhães, morreu em 1998. A jóia da herança é a TV Bahia, emissora que transmite a programação da Rede Globo no estado. Avaliado em 300 milhões de reais, o canal sempre foi um instrumento importante da família para conquistar e manter sua influência na região. Alcança todos os municípios baianos e tem uma média de 70% de audiência. Não surpreendentemente, está no centro da disputa. Logo depois da morte do ex-senador, a filha Tereza, que é casada com o empresário Cesar Mata Pires, dono da construtora OAS, uma das maiores do país, tentou promover uma aliança estratégica com o irmão e os sobrinhos para deixar o controle da TV nas mãos do marido. O interesse de Mata Pires pela emissora é antigo e, segundo os adversários familiares, ele tem como meta usar o canal para multiplicar seus negócios. O empreiteiro procurou ACM Júnior, que ocupou a vaga do pai no Senado, e o deputado ACM Neto para propor um acordo. Ofereceu a Neto uma mesada de 100 000 reais, um avião e a garantia de financiamento de todas as campanhas, "da borracha ao marketing", para que lhe fosse passado o controle da TV. Júnior receberia o triplo de todos os seus rendimentos provenientes da emissora. Pai e filho recusaram a proposta, e a guerra começou.
"Cesar quer poder, para isso quer controlar a TV Bahia. Como não conseguiu, apela para baixarias, como a invasão da casa da minha mãe. O absurdo é que minha irmã o apóia e não respeita a mãe nem a memória do nosso pai", diz o senador ACM Júnior, o porta-voz da família. As relações de Mata Pires com o restante da família, que nunca foram muito boas, chegaram ao ponto de incandescência quando ele avisou que iria retaliar para mostrar que todos têm muito a perder com a disputa. Há uma semana, o empreiteiro transferiu seu escritório e a residência de São Paulo para Salvador. Simultaneamente, a Justiça determinou a invasão do apartamento da viúva do ex-senador. Segundo os Magalhães, Mata Pires também contratou uma empresa de detetives para grampear telefones e vasculhar a vida da família. "Por isso, ninguém aqui mais fala assuntos sérios ao telefone", conta um dos envolvidos. Também existem rumores de que até porteiros do edifício onde mora a viúva foram subornados para avisar sobre qualquer movimentação considerada suspeita. Os Magalhães também se mostram indignados com os boatos espalhados, segundo eles pelo empreiteiro, de que o ex-senador teve um filho fora do casamento. O homem, hoje com 40 anos, teria sido reconhecido por ACM no leito de morte e, pela versão difundida, ganhou de presente um apartamento no bairro do Morumbi, em São Paulo. Agora, estaria interessado em entrar na Justiça para pedir a exumação do corpo do ex-senador, confirmar a paternidade e reivindicar sua parte na herança. "Só três pessoas podem saber se isso é verdade: meu pai, que já morreu, esse rapaz e a mãe dele", desconversa ACM Júnior, deixando claro o desconforto com a história que ronda a família há muitos anos.
Para ter acesso a matéria completa é so clicar no link abaixo:

As coisas não andam boas para o prefeito de Almadina

Depois de ser denunciado pelo o jornal “A Região” na semana passada sobre a máfia do crédito consignado e acusada de desviar cerca de R$ 800 mil dos cofres da prefeitura, o prefeito de Almadina, Linho Santana, sofreu um principio de infarto na semana passada, e está internado em um hospital na capital do estado.
A sorte dele foi que estava em Salvador e foi logo atendido, pois se estivesse em Almadina provavelmente não teria um bom atendimento e poderia ter uma conseqüência maior.

sexta-feira, 14 de março de 2008

A volta

A qualquer momento, o prefeito cassado de Barro Preto, José Bonfim, pode reassumir o cargo, ocupado atualmente pelo presidente da Câmara, José Hélio dos Santos.Dizem que o retorno pode ser segunda-feira.

O niver de Jabes

Um líder político de Ilhéus faz aniversário hoje: Jabes Ribeiro.Como está em campanha para voltar ao comando do Palácio Paranaguá, o ex-prefeito deve comemorar a data nos morros, com o povo.Vale lembrar que Jabes Ribeiro respira política 24 horas por dia.Como está bem nas pesquisas, as ligações para o celular dele devem ficar congestionadas, por causa dos parabéns.

quinta-feira, 13 de março de 2008

Marinho Santos no celular

O radialista opinou sobre diversas questões relacionadas à disputa pelo palácio Parnaguá.

Pesquisas:
“Não merecem confiança, cada grupo puxa pro seu lado.”

PT de Ilhéus:
"Tem uma pequena parte do partido interessada em prejudicar a campanha de Dr. Ruy. Esse grupo segue a orientação de Geraldo Simões. Eu percebo isso claramente, toda vez que encontro membros desse grupo nas esquinas da cidade e quando eles ligam pro meu celular.”

Jantar secreto:
“Alisson Mendonça e Newton Cruz (o empresário) jantaram na casa de Jabes Ribeiro, na barra de Itaípe. Tenho a impressão de que Jabes, Alisson e Geraldo Simões estão juntos, por baixo do pano, tentando minar o nome de Dr. Ruy. Divulguei esse encontro no programa Tropa de Elite, ofereci direito de resposta, ninguém me procurou para se explicar".

A deputada Ângela Sousa:
O grupo de Ângela vai ficar com Newton, as conversas estão avançadas. O prefeito Newton Lima, quando encontra Marão, faz questão de abraçá-lo com afeto e carinho.

Do blog do Gusmão

Chapa de capitães

Tudo indica que teremos uma chapa composta com dois capitães na próxima eleição em Itabuna, fiquei sabendo que o Capitão Azevedo (DEM) já está cogitando ser vice na chapa do Capitão Fábio (PMDB).
Mais um reforço para a candidatura do Fábio Santana que é o único candidato que realmente tem chance de derrotar o ex-prefeito Geraldo Simões.

E agora, Dinailton?

Não está descartada a possibilidade do PDT de Itabuna apoiar o candidato do PT na sucessão do prefeito Fernando Gomes. A executiva estadual não vai permitir uma aliança do PDT com o DEM e, nem tão pouco, uma candidatura que não pontua nas pesquisas eleitorais. É bom lembrar que o presidente nacional da sigla, Carlos Luppi, é ministro do Trabalho do governo Lula. Um simples telefonema lá do Palácio do Planalto, onde as “cobras” dormem, pode resolver tudo. - Alô, é o Luppi!
OBS: O Marco Wense está com dor de cotovelo, pelo o fato de ter perdido o comando do PDT em Itabuna para o Dinailton Oliveira, fica usando sua coluna no jornal para criar factóides a respeito da candidatura do PDT em Itabuna.
Marco Wense nunca teve capacidade para fazer o PDT em Itabuna um partido grande, sempre usou o partido para conseguir “cargos” nas administrações do PT em Itabuna.
Ele nunca teve um pensamento partidário, e sim, pensamento individual, por conta disso o PDT sempre foi um partido sem representatividade na nossa cidade, e depois de 20 anos no comando do partido, o advogado Marco Wense perdeu o partido e agora está com medo de não conseguir mais cargos nas administrações do PT, por sinal, ele e nenhum filiado do PDT de Itabuna conseguiu cargo no governo do estado. Em julho de 2007 ele até afirmou-me que estava decepcionado com a política por causa disso.
O Marco Wense gosta mesmo de cargos!

O pseudo comentarista político Marco Wense

O Marco Wense é um ‘pseudo comentarista político’, esse cidadão parece que não entende nada de política, ou ele usa sua coluna no Jornal Diário do Sul para agradar o ex-prefeito de Itabuna Geraldo Simões.
Vamos aos fatos.
Veja a sua coluna do dia 26/02/08 .
Souto, Acácia e o DEM
O ex-governador Paulo Souto, presidente estadual do DEM, acompanha os passos do partido em relação à sucessão do prefeito Fernando Gomes, que já decidiu que não é candidato à reeleição. Paulo Souto, em conversas reservadas, restritas a correligionários mais próximos e de sua inteira confiança, tem dito que não vai aceitar uma coligação PMDB-DEM em torno do capitão Fábio. O democrata, até hoje inconformado com a derrota logo no primeiro turno na última eleição para o governo do Estado, tem toda razão. O Capitão é do partido do ministro Geddel Vieira Lima. Uma possível vitória do peemedebista para o comando do Centro Administrativo Firmino Alves, significaria um aliado importante na campanha de Geddel no pleito de 2010 para o Senado Federal. Como Paulo Souto é candidatíssimo, o ministro Geddel é seu adversário na disputa por uma das duas vagas da Casa Legislativa. Mais pasme os senhores, veja a coluna do Marco Wense 07/03/08
Ingratidão
Enquanto o governador Jaques Wagner defende o projeto de reeleição do prefeito João Henrique, sendo contrário a uma candidatura própria do PT, o PMDB e o DEM se unem nas eleições municipais interioranas. O ex-governador Paulo Souto, presidente estadual do Democratas, e Lúcio Vieira Lima, presidente regional do PMDB, estão de mãos dadas para enfraquecer o PT e, por tabela, o governador Wagner. Já falam até na eleição de 2010, com o ministro Geddel para o governo do Estado e Paulo Souto para o Senado. As recentes declarações de Souto e Vieira são provas incontestes do namorico entre democratas e peemedebistas.
OBS: Moral da história, o Marco Wense não entende nada de política, realmente é um peseudo comentarista político, por conta desse conjunto de fatores foi que ele perdeu o comando do PDT em Itabuna

Política,gente e poder

Fernando Gomes novamente vendendo a Rádio Difusora, Itabuna. Histórias que poucos conhecem, sabem. Ele já “vendeu” (entre aspas) a RD para o deputado federal Félix Mendonça, depois para o ex-governador Nilo Coelho.
Félix Mendonça & Nilo Coelho, após compromissos sacramentados, pagamentos com Fernando Gomes, tiveram a decepção. Nada concretizado, tudo desmanchado. Desta vez, o “comprador” é o ministro Geddel Vieira, do PMDB, Bahia.
Félix Mendonça, Fernando Gomes, Nilo Coelho, Rádio Difusora. Quem conhece muito bem a história, os fatos é o senhor Saulo Pontes, mas não conta. RD tem elevadíssimas dívidas. A Rádio Difusora é a voz do dono.

Eduardo Anunciação

quarta-feira, 12 de março de 2008

Marcos Medrado faz inconfidência sobre senador ACM

Marcos Medrado afirmou que prevê novos lances na família em função, segundo ele, da existência de um filho do falecido senador que estaria pleiteando na Justiça o reconhecimento de paternidade. “A confusão vai aumentar”, disse o deputado.

Invasão à casa de ACM pode parar no Conselho Nacional de Justiça

Informes chegados agora há pouco a este blog de Brasília dão conta de que a invasão à casa do falecido senador ACM pode parar no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), encarregado de avaliar o comportamento do Judiciário brasileiro. O fato de prepostos da Justiça terem sido transportados e recebido alimento de motoristas dos carros que pertenceriam à construtora OAS, de propriedade do genro de ACM, seria um dos motivos a justificar a denúncia contra a Justiça baiana. Mas não é o único.

Política Livre

Marcos Gomes perde novo Habeas Corpus

foragido Markson Monteiro de Oliveira, o "Marcos Gomes", filho do prefeito de Itabuna Fernando Gomes e Ilmar Barbosa Marinho, o "Mazinho", funcionário da prefeitura de Itabuna, perderam mais uma no Superior Tribunal de Justiça.
Por unanimidade, a Sexta Turma acompanhou o voto da relatora, ministra Maria Thereza de Assis Moura e negou pedidos de habeas-corpus para que os acusados respondam ao processo em liberdade. Ela citou o acórdão do Tribunal de Justiça da Bahia, endossando-o. Diz o acórdão: "O fato dos pacientes encontrarem-se foragidos já demonstra, por si só, a necessidade da segregação dos mesmos para garantia da instrução criminal".
"No caso em análise, a prova da existência do crime e os indícios suficientes de autoria estão sobejamente comprovados". A relatora criticou ainda o fato de a prisão não ter sido efetuada até hoje. E lembrou trecho do TJB.
"Não há como se negar que o caso em tela pôs a credibilidade da justiça em cheque, quando o primeiro acusado é filho de um grande político da região, sendo conhecido por ser pessoa truculenta, agressiva e influente, totalmente desproporcional à situação da vítima".

terça-feira, 11 de março de 2008

Números da última pesquisa realizada em Salvador

1º. Raimundo Varela (25%); 2º Antonio Imbassahy (21%); 3º ACM Neto (18%); 4º João Henrique (17%); 5º Lídice da Mata (11%); 6º Nelson Pelegrino (8%). A questão é saber se Nelson Pelegrino vai ser candidato. Caso o PT tenha nome próprio para prefeito, Pelegrino é o melhor nome do ponto de vista eleitoral.

Nota da família de ACM

Através da assessoria de imprensa do deputado federal ACM Neto, a família do ex-senador ACM acaba de emitir uma nota pública em repúdio à invasão do apartamento da viúva Arlette Magalhães hoje pela manhã, determinada pela Justiça em ação movida pelo seu ex-genro, César Mata Pires, sua mulher, Tereza, e os filhos. Além de classificar o ato como “brutal e violento”, a família denuncia o fato de os oficiais de Justiça terem chegado ao prédio em carros da OAS, de propriedade de Mata Pires, e anuncia a disposição de tomar todas as medidas cabíveis contra o arrombamento do imóvel, no qual os oficiais, acompanhados da PM, permaneceram seis horas. Também agradece as diversas manifestações de solidariedade.
Veja a seguir a íntegra da nota:
“Nota Pública
A família do senador Antonio Carlos Magalhães repele o ato brutal e violento que foi cometido durante o dia de hoje, por mais de seis horas, contra a residência da senhora Arlette Magalhães, viúva do senador Antonio Carlos Magalhães. Sob pretexto de cumprir uma ordem judicial de avaliação de bens, 3 oficiais e 6 soldados da Polícia Militar da Bahia, acompanhados de 2 oficiais de Justiça e dois chaveiros, além de quatro advogados da Construtora OAS, arrombaram o apartamento da senhora Arlette Magalhães, situado a Rua da Graça, 383, aptº 1701, num claro ato de violação de pri-vacidade e propriedade. O agravante é que a ação de funcionários do Estado da Bahia e da Justiça recebeu o apoio logístico da Construtora OAS, cujo o proprietário César Mata Pires é parte interessada no processo. Veículos pertencentes a César Mata Pires transportaram oficiais de Justiça e um motorista do empresário foi comprar lanches no McDonalds para os militares. Diante de tais atos de brutalidade e falta de civilidade contra a viúva do senador, que em nenhum momento foi citada na ação, a família do senador Antonio Carlos Magalhães vem a público dizer que todas as medidas legais serão tomadas e ao mesmo tempo vem agradecer as manifestações de solidariedade que vem recebendo de diversas pessoas da Bahia e de outros estados do Brasil.”

INVASÃO REPERCUTE NO SENADO

A Ordem do Dia do Senado Federal foi sobrestada pela polêmica entorno da invasão da casa da senhora Arlette Magalhães. O senador Tarso Jereissati (PSDB-CE) classificou o ato como “um grave precedente” com viés político. “Essa atitude causa uma sensação de indefesa nas famílias daqueles que têm opiniões divergentes do PT”. O senador Marco Maciel (DEM-PE) prestou solidariedade ao senador ACM Jr. e pediu empenho do Senado para investigar o caso. Já Pedro Simon (PMDB-RS) disse que a invasão de hoje foi “absurda e causa revolta em toda sociedade brasileira”. Mas, o pronunciamento de Arthur Virgílio (PSDB-AM) foi o mais forte: “A Juíza Fabiana Pelegrino, que é mulher de um deputado do PT, deveria se sentir impedida de conceder essa liminar. Isso é uma vergonha! Um completo absurdo! Se ACM fosse vivo isso jamais aconteceria”. O ex-governador César Borges (DEM) levantou uma suspeita. “A Bahia vive um momento de tristeza. Sabe-se lá o que está por trás disso”, afirmou. Até o momento, apesar do apelo da base governista, o presidente da Casa, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), não conseguiu colocar a pauta em votação.

Juíza que concedeu invasão a apartamento de ACM é mulher de Pelegrino

A juíza auxiliar da 14ª Vara de Família Fabiana Andréa Almeida Oliveira Pelegrino, que concedeu o direito de invasão ao triplex do ex-senador ACM, na Graça, em processo movido pelo seu ex-genro, César Mata Pires, é mulher do deputado federal Nelso Pelegrino, pré-candidato do PT à Prefeitura de Salvador.
Política Livre

Paulo Souto x Fernando Gomes

Nunca na política da Bahia, nas priscas heras de ACM, Paulo Souto, na governadoria, confiou,aceitou ou conviveu harmoniosamente com Fernando Gomes. Em particular, Paulo Souto, chamava Fernando Gomes de "canalha e ladrão" e dizia que Fernando era apenas um "cupixa de ACM" a quem tinha de tolerar politicamente.

Hora de agir

Não é de hoje que o MST desmoraliza as autoridades constituídas - federal, estadual e municipal. Por que o governo não emprega a Força Nacional de Segurança Pública contra esses vândalos, assim como faz no Rio de Janeiro?

APARTAMENTO DE ACM INVADIDO

O apartamento do falecido senador Antonio Carlos Magalhães, no Edifício Stella Mares, na Graça, foi invadido, na manhã de hoje, ou vasculhado por ordem judicial (amigos da família não confirmam esta versão) para o cumprimento de uma decisão judicial, em processo movido pelo genro do ex-senador, César Mata Pires, para que fossem avaliadas as obras de arte – e são muitas, principalmente em prata e santos barrocos. Trata-se de uma disputa na Justiça pela herança que envolve o genro e sua mulher, Tereza Mata Pires, além dos filhos, contra os demais familiares. O processo tramita no Judiciário baiano. Informa-se que a viúva Arlete Magalhães não se encontrava no apartamento, no momento. A notícia está também em Brasília e consta que o ex-presidente do PSDB, Tasso Jereissati, amigo de ACM quando em vida, reagiu fortemente à ação no apartamento do Stella Mares, um triplex. A justiça baiana pode se pronunciar sobre o episódio.
(Samuel Celestino)

A valsa das siglas partidárias

Como ficarão os pré-candidatos a vereador do PR ( Roberto de Souza), PSB (Edson Dantas, professor walter e Ricardo), PCdoB(Wenceslau e Rosival), PDT( Didi do INSS/Osvaldo Bispo) PTB (Beto Dourado) e PRTB ( Milton Gramacho) e outros partidos, se não houver acordo para coligação com agremiações como PT,PSDB ou DEM??

Se ficar o bicho pega.

O dilema dos filiados ao PMDB de Itabuna é saber como ficarão as anunciadas coligações com outros partidos cujos pré-candidatos são campeões de votos, a exemplo de Ruy Machado do PRP e Del Galy, do PTdoB.
A tese dos peemedebistas é que a coligação com PRP e PTdoB vai prejudicar os candidatos naturais do PMDB e , por isso, recusam qualquer tentativa de aproximação.

segunda-feira, 10 de março de 2008

TV Bahia

A chapa voltou a esquentar na TV Bahia . Semana passada a secretária de Carlos Libório foi demitida e na última sexta-feira foi a vez do próprio. Embora diretor de jornalismo desde a inauguração da TV e homem forte do falecido senador ACM, Libório foi demitido. Ao que se sabe, começou a perder força com a morte de ACM e com a reestruturação da Rede Bahia.

Natal X Pinto

Em Belmonte o pré-candidato com mais chances de vencer e próxima eleição é o filho do atual prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal.
Parece que Jânio Natal está querendo fazer igual ao seu inimigo político Ubaldino Pinto, fazer uma dinastia.

sábado, 8 de março de 2008

Estremecido com PSDB, DEM já flerta até com Ciro

“A gente não sabe mais com quem está dormindo”, desabafou Rodrigo Maia, o presidente do DEM, em entrevista ao blog. “Sabemos que o PT está do outro lado. Mas, às vezes, a gente dorme com o PSDB e acorda com o inimigo.”
Protagonistas de uma das mais longevas parcerias da política brasileira, PSDB e DEM atravessam uma crise de relacionamento. A coisa já não ia bem em São Paulo. Ali, esboça-se uma disputa entre o tucano Geraldo Alckmin e o ‘demo’ Gilberto Kassab. Deu-se no Rio a faísca que eletrificou de vez o casamento.
Em vez de apoiar Solange Amaral, a candidata municipal do prefeito César Maia (DEM), o PSDB optou por uma aliança com Fernando Gabeira, do PV. “Ficou claro que o projeto do PSDB não é coletivo, mas de submissão. E a maioria dos nossos vai preferir outro caminho no futuro”, disse Rodrigo Maia.
Que caminho é esse? “Hoje, há 70% de probabilidade de termos uma candidatura própria à presidência; 20% de apoiarmos um candidato do PSDB; e 10% de chances de fazermos uma composição com o Ciro”, afirmou Maia. abaixo parte da entrevista:
Podem buscar outro parceiro?
Rodrigo Maia:Por que não podemos caminhar com uma candidatura do chamado bloquinho PSB, PDT e PC do B?
Há algo concreto?
Rodrigo Maia: Tenho uma conversa permanente com o Aldo. Mas é um diálogo parlamentar, não eleitoral. Ele reconhece que o DEM lhe deu suporte na Câmara. Se fizemos essa aliança parlamentar e se tivemos da parte dele um respeito que, em certos momentos, não temos do PSDB, pergunto: por que me recusaria a sentar nessa mesa?
OBS:Já imaginou em 2010 em Itabuna no mesmo palanque Fernando Gomes e sua tropa junto com a tropa de Luis Sena??

Presença

Outros pré-candidatos do Democratas no interior também marcaram presença na reunião do diretório estadual, realizada ontem, sob a batuta de Paulo Souto e ACM Neto, a exemplo dos deputados estaduais Tarcízio Pimenta (Feira de Santana), Clóvis Ferraz (Vitória da Conquista), José Nunes (Euclides da Cunha) e Paulo Azi (Alagoinhas).
OBS:Pelo o jeito o DEM não terá candidato a prefeito em Itabuna, ou então o Capitão Azevedo não goza de prestígio dentro do seu partido, algo que não é muito difícil.

"Salgando carne podre na Bahia".

Newtão, ex-governador de Minas, voltou a criticar o governador Wagner. Disse que o PMDB está "salgando carne podre na Bahia". Briga de branco. Teve uma época que esse negócio de sal resultou numa briga enorme no governo Nilo Coelho (1989/1990), em comparativos com médicos.

BABADÃO: 1 ano de informação e diversão merece comemoração!

Nossos parabéns para a competente colunista do jornal diário do sul Manuela Berbert, pelo o aniversário de um ano da sua coluna,”Babadão”, coluna essa voltada para o público jovem (de todas as idades) com o objetivo de informar e divertir.
Parabéns

Política,gente e poder

Fernando Gomes, no terceiro, neste quarto mandato de prefeito daqui de Itabuna, se transformou em misterioso político, esquisita figura, estranho homem. Nos próximos parágrafos, equilibradas anunciações, carinhosas análises, opiniões firmes, sem nenhuma preocupação de criticá-lo ou elogiá-lo. Publico com consciência um pequeno balanço do seu comportamento público, escrevo o que penso, o que sei.
Fernando Gomes, sem direito a foto do dia, tem desabafado em ambientes reservados, tem declarado em vários círculos, locais que quando terminar o seu mandato (tem menos de um ano) vai embora deste chão itabunense porque está profundamente “decepcionado”, extremamente “revoltado” (entre aspas). É mistificador, cara-de-pau, como veremos sem vinganças nem ódios na geladeira.
Fernando Gomes, quando no tapete do governo, quando na cátedra do poder desta capital-cidade do planeta cacau (1973-1977) e (1989 a 1992), conseguiu um conjunto de vitórias administrativas, obteve um conjunto valioso de méritos políticos. Trabalhou, avançou, reagiu, lutou, fez com entusiasmo incomum, com alegria, com prazer, com paixão. Estava turbinado, reforçado, animado.
Fernando Gomes, precisamente agora, com a popularidade despencando, promovendo desgoverno, questionado na justiça, tribunais por atos indevidos, vai falando que está “decepcionado” com a população, comenta que está “revoltado” com Itabuna. Ele está desqualificando o contribuinte, desqualificando a cidadania, desqualificando a história, o eleitor, o povo.
Fernando Gomes, lembrai-vos. Esta população, cidadania, eleitor consagrou Fernando Gomes quatro vezes prefeito, como o escolheu três vezes deputado federal. Agora, fica menosprezando a população, fica diminuindo a cidadania, a cidade, quando deveria se ajoelhar, rezar, orar aos pés dela.
Fernando Gomes. Na verdade, quem deveria estar decepcionado, revoltado (sem aspas) era o contribuinte, cidadão, eleitor de Itabuna com Fernando Gomes, com o prefeito Fernando Gomes, com o político Fernando Gomes, com o homem Fernando Gomes. Ele está extrapolando, está abusando, abusa.
Fernando Gomes, do ponto de vista do reconhecimento, do ponto de vista do sentimento, do ponto de vista da gratidão, do ponto de vista da razão, perdeu o raciocínio, perdeu o compasso, perdeu a visão, perdeu o rumo ao proclamar: “Não quero ver Itabuna, estou decepcionado e revoltado”.
Fernando Gomes. Tenho constatado, analisado, escrito, opinado exaustivamente neste DIÁRIO DO SUL, aqui com binóculos, sem binóculos, com óculos, sem óculos, que o senhor Fernando Gomes perdeu a autenticidade, não é o mesmo. Itabuna virou um faroeste, pó neste seu quarto mandato.
Fernando Gomes, nos últimos anos, mercantilizado político, pessoalmente afetado como homem por conhecidos motivos. Quando principiando na política, iniciando no mundo público, promoveu acertos, mas foi acumulando saldo bem maior de desacertos, erros, pois esqueceu os compromissos de campanha.
Fernando Gomes, decerto, vai encerrando sua vida política, vai terminar sua vida pública aos 69 anos de idade, mentalmente envelhecido, sem compromissos com a sociedade, sem respeito a sua própria História. Vai terminar choramingando na solidão, mesmo com mineradora, mesmo rico.
Fernando Gomes era um homem político que tinha companheirismo, era homem público que comparecia, que perguntava, prosava. Fernando Gomes, há tempos, não tem companheirismo, não comparece, não pergunta, não prosa. Está angustiado, amargurado, amargo. Nada tem a oferecer. Só quer receber.
Fernando Gomes menosprezou as esperanças dos itabunenses, fragilizou correligionários, debochou amizades, ficou caolho. No quesito familiaridade, respeitarei sempre a privacidade, respeito a intimidade do senhor Fernando Gomes. Vai terminar capataz de fazendas, capitão-do-mato, sem companhia, sem amigos.
Eduardo Anunciação

Resenha no rádio

O programa Resenha da Cidade, apresentado pelo vereador Roberto de Souza, vai entrevistar neste sábado, 8, o deputado estadual Capitão Fábio e o presidente da Câmara de Itabuna, Edson Dantas.Fábio vai falar sobre sua pré-candidatura a prefeito e sobre o mandato de deputado. Já Edson Dantas, também pré-candidato, tratará sobre sua administração à frente do legislativo itabunense.O programa vai ao ar na Rádio Jornal, das 10 horas ao meio-dia.

Briga boa

No início da semana, Geraldo Simões disse que gostaria muito que o PMDB indicasse o vice do PT, que pode ter ele ou sua mulher, Juçara Feitosa, como cabeça de chapa para disputar a Prefeitura de Itabuna.O Capitão Fábio Santana, deputado-prefeiturável do PMDB, ficou irritado com as pretensões do Secretário de Agricultura. E devolveu com a mesma moeda.Disse o Capitão que, a exemplo de Geraldo Simões, ele abre as portas do PMDB para que o PT indique o vice de sua chapa. O próprio Geraldo, ou Juçara Feitosa.A briga é boa. É de cachorro grande.

Entrevista do deputado estadual Capitão Fábio concedida ao jornal Diário do Sul

Diário do Sul – De que forma o Sr. recebeu as informações a respeito do projeto de Geraldo Simões em relação ao PT e o PMDB?
Capitão Fábio - Fiquei surpreso ao ler a matéria, porque ele (Geraldo Simões) praticamente fechou todas as portas e janelas. Quer dizer, uma decisão unilateral. O PT se fecha a todos os outros partidos como se fosse o maior partido, o único partido com direito a ter candidato a prefeito no Brasil. Então, o camarada que se credencia a prefeito tem que ser do PT, porque o governador hoje na Bahia é do PT, o presidente da República é do PT e os prefeitos na Bahia têm que ser todos do PT? 417 municípios da Bahia, todos têm que ser do PT?
DdS - Se Geraldo chamar o Sr. para falar sobre política, qual vai ser o tom de sua conversa com ele?
Capitão Fábio – Converso com Geraldo Simões, perfeitamente. Converso com qualquer outro representante de sigla partidária aqui em Itabuna. Não há nenhum impedimento. Agora, o PMDB já definiu a sua posição aqui em Itabuna. Tem candidato a prefeito. É Capitão Fábio e acabou. Fim de papo. Cabe ao PT definir, se é Geraldo Simões o candidato ou Juçara Feitosa.
DdS - Geraldo diz que apoiaria sua reeleição de deputado em troca da composição com o PMDB para a sucessão em Itabuna. Qual a sua opinião em relação a esta pretensão do Secretário de Agricultura?
Capitão Fábio – É um equívoco muito grande do secretário. Ele foi convidado pelo governador Wagner a assumir esta pasta importante para a Região Cacaueira. A região precisa de uma resposta do secretário Geraldo Simões. Precisa de resultados dessa secretaria. O PAC do Cacau vem aí. Lula vai anunciar o PAC do Cacau. E quem vai executar esse programa? Vai ser outro secretário de outra região, que não conhece nossa realidade?
DdS - Então o Sr. acha que Geraldo Simões é melhor para Itabuna como Secretário de Agricultura do que como prefeito?
Capitão Fábio – Perfeitamente. Ele deve permanecer como Secretário de Agricultura. O governador está gostando do trabalho dele. Ele está desenvolvendo bem a pasta dele. Esse programa de Agricultura Familiar está sendo elogiado. Então, tem que ser candidato a prefeito porque o PT não tem outro nome? E a base do governo não tem outro nome? O PMDB não faz parte da base do governo Wagner? Se não tivesse, tudo bem.
DdS - O Sr. faria uma proposta a Geraldo no sentido de compor com o PT?
Capitão Fábio - Mas é claro. Estamos abertos. O próprio Lúcio Vieira, o presidente do PMDB, e o ministro Geddel já se colocaram à disposição.
DdS - O Sr. quer ser prefeito de Itabuna com apoio do PT?
Capitão Fábio – Seria o mais sensato. O PT já teve oportunidade duas vezes de administrar Itabuna. Nós nunca tivemos essa oportunidade de mostrar a nossa competência como prefeito. Já mostrei como deputado. Tanto é que fui reeleito. O povo me reelegeu por quê? Porque viu que trabalhei pelo município, trabalhei pela Região Cacaueira.
DdS - Caso o Sr. tenha que conversar com Geraldo Simões sobre política hoje, que proposta o Sr. faria a ele?
Capitão Fábio – É um assunto até estratégico. Não podemos colocar isso em público, porque faz parte de um entendimento de interesse partidário, de grupos. E eu não posso expor isso. Tem que haver uma conversa entre eu e o secretário Geraldo Simões para que haja esse entendimento. Agora, acredito na consciência hoje do PT, do próprio Geraldo Simões em verificar que a comunidade anseia por mudança. O nome do secretário, assim como o nome do atual prefeito, tem uma rejeição enorme, o que dificulta qualquer pretensão de candidatura e até também alcançar a posição de prefeito. Seria uma disputa muito mais onerosa, uma candidatura muito mais problemática. Por isso, é melhor um nome de consenso, um nome da base de apoio do governo Wagner, que é Capitão Fábio, deputado estadual do PMDB. Uma coisa é certa: Geraldo Simões é deputado federal, secretário de Agricultura e é um nome forte para ser candidato a prefeito de Itabuna. Isso não quer dizer que ele seja o prefeito de Itabuna. Se ele for candidato a prefeito de Itabuna, vai disputar com o Capitão Fábio, do PMDB. E se ele perder as eleições? Ele vai perder a Secretaria de Agricultura, vai perder o prestígio que tem hoje no governo Wagner. Tudo isso ele vai perder. Então, acredito que isso esteja na mente de Geraldo Simões. Ele deve dormir e acordar pensando nisso, mas acredito que terá bons sonhos nesse período. Vai justamente ter o nosso nome como nome em condições de representar o município e que haja esse entendimento, essa composição e que venhamos, também, futuramente, de acordo com suas pretensões políticas, estar apoiando ele em outro nível na política. Quem sabe, até como senador.
DdS - Deputado, caso não haja entendimento entre o PMDB e o PT, o Sr. prefere enfrentar quem nas urnas: Geraldo Simões ou Juçara Feitosa?
Capitão Fábio – Olha, eu preferiria não enfrentar nenhum dos dois, porque é um erro do PT insistir em candidatura. O povo quer mudança. Geraldo Simões é o retorno do que aconteceu no passado. O povo hoje já desaprova a sua condição de administrador do passado. E Juçara Feitosa é a continuidade, digamos assim, do pensamento, da metodologia de trabalho de Geraldo Simões. Gostaria que eles não fossem candidatos.
DdS - Mas se o PT tiver candidato?Capitão
Fábio – Eu não tenho porque temer nem um nem outro (Geraldo e Juçara). Estou preparado para enfrentar qualquer um dos dois.

sexta-feira, 7 de março de 2008

Morre Marcus Paiva


Fomos informados por amigos da capital que o vereador de Ilhéus Marcus Paiva faleceu, ele estava internado a alguns dias na capital do estado.
Manifestamos aos familiares do ilustre edil nosso sentimentos de pesar e solidária mensagem de apoio neste triste momento. Que Deus lhes dê forças e amparo para superarem esta difícil perda.
Políticos do Sul da Bahia

O vereador da "maçâ"

O ex-vereador, ex-candidato a prefeito de Itabuna e Defensor Público do estado Hamilton Gomes, aquele que foi preso em flagrante por furtar duas caixas de maçã de um feirante do Centro Comercial.
Pois bem, ele será mais uma vez candidato a vereador em Itabuna, dessa vez pelo o PV.
Ele queria ser candidato a prefeito, porém, não conseguiu a legenda, más ele promete revelar para Itabuna que foi injustiçado e vai desmascarar o ex-prefeito Geraldo Simões.
Bem que ele poderia prometer da “Maçã” para o povo pobre de Itabuna...

Pedido de vista no processo adia novamente julgamento do prefeito de Vitória da Conquista José Raimundo

Decisão Plenária
Prosseguindo no julgamento, após os votos dos Ministros Marcelo Ribeiro e Marco Aurélio (Presidente) acompanhando o Relator, pediu vista o Ministro Cezar Peluso. Aguardam os Ministros Carlos Ayres Britto, José Delgado e Ari Pargendler. Composição: Ministros Marco Aurélio, Cezar Peluso, Carlos Ayres Britto, José Delgado, Ari Pargendler, Caputo Bastos e Marcelo Ribeiro.
Fonte TSE www.tse.gov.br

Política,gente e poder

Paulo Souto, ex-governador da Bahia, antigo PFL, na atualidade presidente dos Democratas, DEM. Ora, o presidente do DEM, lógico, Paulo Souto vai ter de confirmar, dizer, falar quem é o seu candidato a prefeito desta capital-cidade do planeta cacau. Dona Acácia Pinho ou capitão Azevedo? Ele (Paulo Souto) não demonstra muita pressa. Está resistindo, está sem nenhuma pressa. A seguir.
Paulo Souto. Bem provavelmente, o senhor Paulo Souto vai aparentando, sinalizando, mostrando que não tem entusiasmo, esperança pela pré-candidatura do capitão Azevedo. Eis o pensamento mais lógico, opinião lógica que este soldado raso do jornalismo político deste planeta cacau pode ter. Por enquanto, hoje.
Capitão Azevedo, complicadíssimo, complicado partidariamente, como está politicamente confuso. Este, na condição de pré-prefeiturável, DEM, não consegue trabalhar, costurar em múltiplos espaços, em várias frentes. Está completamente imobilizado, só pensa todos os dias no eventual apoio do prefeito Fernando Gomes. Capitão Azevedo, não se esqueça: Fernando Gomes quer salvar Fernando Gomes.
Fernando Gomes, prefeito de plantão daqui desta capital-cidade do planeta cacau. Prefeito por poucos meses, do antigo PFL, quero dizer, DEM. Se... o senhor Fernando Gomes, no terceiro mandato, neste quarto mandato não fosse doentiamente tão vaidoso, tão guloso, definitivamente já estaria confortavelmente, tranquilamente na História. Houve imprevistos, como faltou olho clínico, faltou visão.
Eduardo Anunciação

quinta-feira, 6 de março de 2008

Com placar de 3x0 TSE retoma hoje julgamento de José Raimundo

A Ação de Impugnação de Mandato contra o prefeito José Raimundo Fontes, movida pela coligação Uma Conquista Melhor deverá ter o julgamento concluído na noite de hoje (6). A sessão plenária do TSE terá início às 19 horas e teoricamente o prefeito de Vitória da Conquista perderá o mandato.
Dos sete ministros que integram a corte pelo menos três votaram pela anulação das Eleições de 2004. Os ministros Marcelo Ribeiro e Cezar Peluso votaram com o relator Gerard Grossi. O presidente do TSE, ministro Marco Aurélio só vota em caso de empate. O ministro Ricardo Lewandowski sinalizou na sessão anterior que vai se abster ficando apenas para ser contabilizados os votos dos ministros Ayres Brito e Ari Pargendler.
Caso seja confirmada a impugnação do mandato do prefeito de Vitória da Conquista, o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Pereira tomará posse até a realização de uma eleição especial que deverá ocorrer em 40 dias.
O TSE deverá ainda decidir se a nova eleição será direta ou indireta. Outra dúvida recai sobre a possibilidade do atual prefeito José Raimundo poder concorrer ao pleito especial uma vez que os seus direitos políticos poderão ser preservados.
Decisão Plenária
Decisao em 04/03/2008Apregoado o feito, após os votos dos Ministros Marcelo Ribeiro e Cezar Peluso acompanhando o Relator, o Ministro Ricardo Lewandowski declarou a impossibilidade de votar, por não haver assistido ao relatório e às sustentações orais. Na seqüência, o Tribunal decidiu tornar insubsistentes os votos proferidos nesta assentada e aguardar a presença do Ministro Carlos Ayres Britto, para retomar o julgamento. Composição: Ministros Marco Aurélio, Cezar Peluso, Ricardo Lewandowski, José Delgado, Ari Pargendler, Caputo Bastos e Marcelo Ribeiro.

DEM e PMDB articulam alianças na Bahia

Adversários quando o assunto é a administração Jaques Wagner (PT), o go-vernista PMDB e o oposicionista Democratas podem fazer alianças nas eleições municipais deste ano. Ontem, lideranças dos dois partidos confirmaram que as conversas avançam em alguns municípios do interior. Um deles é Juazeiro, onde o prefeito Misael Aguilar trocou o DEM pelo PMDB ano passado. Pai do deputado estadual democrata Misael Neto, que continua na oposição, o prefeito pode ter o apoio da legenda de origem. Acordos eleitorais entre DEM e PMDB podem ocorrer ainda em municípios como Ribeira do Pombal e Jeremoabo.
O presidente do PMDB no estado, Lúcio Vieira Lima, afirmou que não há vetos nem incentivos a alianças com o DEM. “A orientação do PMDB é que o partido faça, preferencialmente, alianças com o PT e partidos da base do governo Jaques Wagner (PT). Se eventualmente a gente disputar com o PT em algum município, vamos procurar aliados, inclusive o DEM. Não há orientação de proibir ou incentivar isso. É uma questão local”, ressaltou.

Correio da Bahia

De mal

Não chamem o deputado Capitão Fábio (PMDB) e o secretário estadual de Relações Institucionais para uma mesma mesa pelo resto do ano. Rui Costa teria ficado indignado com as declarações que o parlamentar deu, da tribuna da Assembléia, contra o tratamento ruim que diz vir recebendo dele no governo.
Apoio interno
Por falar em Capitão Fábio, o deputado recebeu ontem o apoio do presidente regional de seu partido, Lúcio Vieira Lima, para que continue à toda em sua campanha pela Prefeitura de Itabuna, depois que, juntos, avaliaram pesquisa de intenção de voto no município. Segundo Lúcio, a chapa ideal seria o Capitão na cabeça e o PT de vice.

Política,gente e poder.

Helenilson Chaves, que vai se comprometendo com a maior felicidade & facilidade com o ministro Geddel Vieira, PMDB, me dizem, saturado de champanhe, cansado de lagosta, enjoado de caviar, enquanto o senhor José Oduque se satisfaz com carne-de-pescoço-moída, sarapatel, água. Apesar de milionário, de afortunado, de muito rico, o senhor José Oduque desistiu, há tempos, dos encantos da burguesia.
Roberto Souza, vereando neste chão, crescendo em direção à recandidatura. Amicíssimo, irmão do engenheiro, doutor Saulo Pontes. Este tem conhecimento político, assume compromissos, tem firmeza, caráter, mas quase esquartejado, quase massacrado, injustiçado pelo prefeito Fernando Gomes, em recuados anos. Acontece, no entanto, que o doutor Saulo Pontes tem personalidade, tem brilho próprio.
Eduardo Anunciação

Marcel Leal

O presidente da Rede Morena, Marcel Leal, estuda entrar com ação contra o Sindicato dos Radialistas de Itabuna, o Stert, que publicou uma nota com ataques e acusações graves e infundadas contra ele. "Vou esperar a volta do presidente do Stert, Frankvaldo Lima, que está viajando, para ver se confirma a autoria", diz Marcel.

A prefeita de Ibicaraí, Monalisa Tavares(do arrocha),também gosta de cavalgadas.


Governar que é bom nada!!!!

quarta-feira, 5 de março de 2008

GERALDO SIMÕES QUER CONTINUAR NA AGRICULTURA

Segundo alguns analistas políticos, o secretário de Agricultura Geraldo Simões, tem nítida intenção de lançar sua esposa Jussara Feitosa para concorrer à Prefeitura de Itabuna. Simões gostaria de continuar na Secretaria e, no futuro, concorrer a uma chapa majoritária.
(Ricardo Luzbel)

SOUTO ADMITE ALIANÇA COM PMDB

O ex-governador e atual presidente do Democratas, Paulo Souto, disse, há pouco, em entrevista ao telejornal "Bahia Meio Dia", que não há possibilidades de o partido fazer coligações com o PT, em função das discordâncias com o governo Wagner. No entanto, admitiu alianças com o PMDB, desde que em torno de programas que possam ser cumpridos. Souto ainda aproveitou o espaço para fazer críticas à gestão de Wagner, principalmente sobre a falta de perspectativa de investimentos e problemas nas áreas da saúde e segurança pública.
OBS: Como nós comentamos aqui no blog antes, que o “pseudo-articulista” político Marcos Wense estava equivocado quando escreveu uma coluna para o jornal “Diário do Sul”, com o titulo, “Souto, Acácia e o DEM”,afirmando que Paulo Souto não iria permitir uma aliança em Itabuna entre o DEM e o PMDB.
É só clicar no link abaixo e conferir o nosso cometário.

PMDB quer PT de vice na sucessão em Itabuna

O presidente do PMDB da Bahia, Lúcio Vieira Lima, reafirmou hoje apoio à pré-candidatura do deputado Capitão Fábio à Prefeitura de Itabuna, observando que espera ter um nome do PT como vice no município. “Nossa preferência é fechar a chapa com o PT, grande aliado no Estado e no governo federal”, disse Lúcio.
Ele afirmou, entretanto, que, se não for possível, “comporemos com outros partidos no município”. A declaração foi feita depois de encontro com o pré-candidato na sede estadual do PMDB, quando os dois avaliaram a pesquisa de consumo interno sobre a sucessão em Itabuna, onde o PT, em tese, seria o favorito.
Segundo peemedebistas, a sondagem apontaria o crescimento de Capitão Fábio. Lúcio ironizou rumores de que a candidatura não seria para valer: “Nenhum partido político vai desistir de apoiar uma candidatura consistente, uma eleição quase certa, para embarcar em alguma aventura. Não existe a menor possibilidade”.
Política livre

PSDB Jovem

No último domingo no Itabuna esporte clube foi realizado lançamento do PSDB jovem e do PSDB mulher, contou com a atração da banda Lordão, esse evento foi capitaneado pelo o pré-candidato a prefeito de Itabuna pelo o partido, José Adervan, segundo os organizadores o evento contou com mais de 5 mil pessoas.

terça-feira, 4 de março de 2008

Capitão Fábio vai à tribuna e critica Rui Costa e Batista Neves

Em discurso agora há pouco na Assembléia Legislativa, o deputado estadual Capitão Fábio (PMDB) ligou a metralhadora giratória e atingiu de uma só vez os secretários Rui Costa (Relações Institucionais) e Batista Neves (Infra-Estrutura), indicado por seu partido.
Segundo o peemedebista, como o secretário Rui Costa não estaria “cumprindo bem o seu papel” e o governo não atende os deputados, ele resolveu usar a tribuna da Assembléia para protestar contra o tratamento que vem recebendo. De quebra, disse que Batista Neves só serve para carimbar papel.
“(Batista Neves) não manda em nada”, afirmou o deputado, que é candidato a prefeito de Itabuna contra um adversário petista, que pode ser tanto o secretário de Agricultura, Geraldo Simões, quanto sua mulher, Jussara Feitosa. As declarações do parlamentar surpreenderam colegas da situação e oposição.
Mas foram, naturalmente, melhor aproveitadas por deputados oposicionistas. Quando Capitão Fábio espinafrava Rui Costa, o deputado Heraldo Rocha, líder do DEM, achou por bem gritar no plenário: “Este Rui Costa é pior do que Lourival”. A intervenção fez a Casa gargalhar.
Era uma referência a Lourival Magalhães, secretário particular do ex-governador Paulo Souto (DEM), que não possuía secretaria de Relações Institucionais e delegava a tarefa ao auxiliar, figura tão odiada por deputados na gestão passada quanto Rui Costa é detestado hoje no governo Wagner.


Política Livre

MINISTRO DO LULA QUER PRIVATIZAR O BANCO DO BRASIL E A CAIXA ECONÔMICA!

O Lula não vai dizer nada? Afinal é um ministro seu. O ministro -enquanto tal- fala em nome de quem? O ministro veio de que setor para o governo? Pense bem. Clique abaixo e conheça a matéria, até aqui não desmentida
.http://docs.google.com/Doc?id=dckxqdd3_3gzhv8pht

Cesar Maia

SUCESSÃO MUNICIPAL DE ITAPETINGA

Em Itapetinga a briga vai ser feia entre o PMDB X PT, correndo por fora o DEMOCRATAS. O ex democratas JOSE CARLOS MOURA, hoje filiado ao PT, vem liderando as pesquisas de opinião pública. O atual prefeito MICHEL HAGGE, do PMDB, em entrevista a uma rádio local diz que não será candidato à reeleição, mas não abrirá mão de lançar um nome do seu partido para a sua sucessão. Já os dirigentes do PT que tem o apoio de ROSEMBERG PINTO, dizem que o governador vai sim apoiar o candidato JOSE CARLOS MOURA (PT) se o PMDB apresentar um bom nome, poderemos aceitar até como o nosso VICE. Já o DEMOCRATAS do ex prefeito JOSÉ OTAVIO já lançou o nome do bancário RENAN PEREIRA a prefeito e que segundo fontes de seu próprio correligionário o nome desse rapaz é provisório, pois quem será o candidato será o próprio JOSE OTAVIO. Fontes quentíssimas informam que o PT do pecuarista JOSE CARLOS MOURA terá o apoio de vários partidos como PR-PTB-PSC-PSL-PRTB-PRB-PV.

AO PRB DE ILHÉUS SÓ VAI RESTAR ESPÍRITO SANTO

Com a saída do PRB da base aliada do governo, resta ao partido em Ilhéus, abraçar a campanha do DEM ao Palácio Paranagúa. A executiva municipal deve receber em bem pouco tempo, o comunicado da estadual para sentar com Espírito Santo. O PRB em Ilhéus com esta surpresa, vai ter dificuldades de buscar apoios.

Juiz ouve testemunhas do Caso Gomes

O juiz da Vara do Júri e Execuções Penais de Itabuna, Marcos Bandeira, ouviu ontem testemunhas no processo sobre a morte do vaqueiro Alexsandro Honorato de Souza.
O processo foi aberto na Comarca de Ibicaraí, mas os depoimentos foram transferidos porque a maioria das testemunhas mora em Itabuna.
Os depoimentos foram acompanhados por um promotor, pelo advogado de Markson Monteiro de Oliveira, o "Marcos Gomes", e pelo advogado do funcionário da Prefeitura de Itabuna Ilmar Barbosa Marinho, o "Mazinho".
Os dois são acusados de assassinar, no dia dois de dezembro de 2006, o vaqueiro Alexsandro Honorato. Eles foram indiciados por tortura, cárcere privado, homicídio qualificado e ocultação de cadáver.
O filho do prefeito Fernando Gomes e o funcionário da Prefeitura de Itabuna estão foragidos desde o início de 2007, quando a justiça decretou as prisões. Depois das oitivas os depoimentos serão encaminhados para Ibicaraí.


A Região

sábado, 1 de março de 2008

Newton é intimado pelo MP por calote

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, foi intimado pelo Ministério Público para explicar o calote em 3.500 inscritos no concurso público da prefeitura, em junho do ano passado e explicar porque suspendeu as provas sem devolver a inscrição.
Ele terá 10 dias para responder ao Ministério Público Estadual (MPE). O prefeito Newton Lima foi intimado na quinta-feira 28, a partir de denúncias dos candidatos e reportagem de A Região em que o calote foi denunciado.
Nesta semana o prefeito alegou que o edital do concurso teria sido cancelado por conter vícios, mas que a decisão pode ser revista e as provas aplicadas. O dinheiro seria devolvido para os inscritos em cargos que não mais serão oferecidos.
A licitação foi feita no governo do prefeito cassado Valderico Reis. A empresa vencedora foi o Serviço Nacional de Seleção Pública (Senasp). As inscrições foram efetuadas em julho e o concurso ofereceria 1.193 vagas.
A Região

Sucessão municipal em Itabuna

Quais são as duas coisas que apontam o fortalecimento de um determinado pré-candidato na sucessão municipal? A primeira, dependendo da credibilidade do instituto de pesquisa, é a sua boa colocação nas intenções de votos. A segunda, sem dúvida, é o número de pré-candidatos a vice-prefeito. Geraldo Simões é, portanto, o prefeiturável mais forte para a sucessão do prefeito Fernando Gomes. São pretendentes ao cargo de vice-prefeito: Luis Sena, Edson Dantas, Moacir Smith Lima, Davidson Magalhães, Sílvio Porto, Carlos Leahy e Carlito do Sarinha. Um outro nome que surge como mais uma boa opção, que vem tomando corpo em decorrência da seriedade e da credibilidade, é o do vereador Roberto de Souza. Alguém já ouviu falar do vice do Capitão Fábio, do Capitão Azevedo, de Acácia Pinho, de Dinailton? Ser vice-prefeito é sonhar com a possibilidade de ser prefeito, mesmo que seja por alguns dias.
Marco Wense

Política,gente e poder

Fernando Gomes, prefeito de plantão daqui de Itabuna, que, forçado pelas circunstâncias, pelos fatos, desistiu da recandidatura, ainda não escolheu ninguém para apoiar. Isso é notório, já vem de muito tempo, não é de agora. Isso é informação verdadeira, precisa. Quem está desconfiado, quase em pânico é o pré-prefeiturável capitão Azevedo. No próximo parágrafo.
Capitão Azevedo, candidato a candidato sem bandeiras, sem propostas, há dias recuados reuniu-se com Fernando Gomes. Sintetizando. Conversa desinteressante, contraditória, indefinida, inconclusa, insossa. Capitão Azevedo está cada vez mais perdido, como uma espécie de cego perdido no tiroteio. Mas vai demonstrando determinação em continuar candidato a candidato.
Capitão Azevedo, logicamente, não vai confirmar nada publicamente, mas em círculos reservados, quase fechados, tem revelado que o prefeito Fernando Gomes não pretende assumir a candidatura dele, provavelmente a candidatura de ninguém. A preocupação exclusiva, única do senhor Fernando Gomes é se deliciar tranquilamente com a fortuna que conquistou, acumulou.
Capitão Azevedo, tenho analisado há meses, não sabe o que fazer, não tem com quem conversar, como não tem patrocinadores. Ele (Azevedo) só tem a obsessão em ser prefeiturável, mas lhe falta tudo. Já descobriu que tem o desprezo do prefeito Fernando Gomes. Este continua naquele ultrapassado estilo de exercitar a política: eu-quero-eu-posso-eu-mando. Paciência.
Eduardo Anunciação

Fraco

Dificilmente o PDT registrará a candidatura de Dinailton Oliveira a prefeito de Itabuna.O partido, certamente, fará a opção de coligar com um candidato mais forte, que tenha pelo menos alguma chance de vencer as eleições.Dinailton está sem apoio até mesmo dentro do Centro Administrativo Firmino Alves, apesar de ser sobrinho do prefeito Fernando Gomes.
Diário do sul