segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Política e Arte


O blog Políticos do Sul da Bahia também entende que uma forma de discutir e entender a política é através da arte. E foi assim que o escultor, Durval Nascimento, de Itabuna, Bahia, teve uma conversa comigo.
.
Até quinta-feira próxima, no Shopping Jequitibá, permanecerá uma exposição de arte com cinco artistas da região. Dentre eles, Durval Nascimento, através de suas esculturas, conta poeticamente um pouco da História de Itabuna e sua relação com os “Sergipanos de origem africana [que] foram atraídos pela riqueza da região, o cacau, chamado ‘fruto de ouro’”. (Durval Nascimento).
.

É desta forma que o artista está contando a importância dos negros africanos na miscigenação e na origem de caracteres importantíssimos em Itabocas, atual Itabuna. É, sem dúvidas, com esta arte e sua possibilitadora reflexão da realidade que se pode ganhar em discussões necessárias e conclusões ainda evitadas por uma cultura resistente.
.

E que bom que a arte resiste, que artistas de força e empenho cada vez mais se prontificam em mostrar o que pensa, como pensa e, além de tudo, agir. Visite, você também, a exposição e troque idéias com quem põe, literalmente, a mão na massa.
.

Por João Lins.

3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Capitão Azevedo, a Sacretaria de Assistência Social com o comando do professor Formigli está fazendo um bom trabalho, e quanto a direção do PTB de Itabuna, o prefeito fez uma boa escolha para o PTB e Marina é uma pessoa que vem desenvolvendo ótimo trabalho junto a Secretaria. O PTB está em boas mãos. Isso sgnifica que Gedel Vieira tá ficando cada vez mais forte.

Anônimo disse...

Esse Capitão Azevedo está aprendendo com o Presidente da República LULA, o presidente hoje tem no seu governo vários partidos. Então Azevedo mostra que cada dia mais ele está mais forte.

É isso aí prefeito, politica se faz assim. Seja amigo de todos.

Ewerton disse...

Além de "pucha sacos" no popular, ainda são anônimos, lembrem-se "É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato".
Itabuna, não entrarei em outros âmbitos, está com a arte abandonada, e consequentemente a cultura tb. Prova disso foi a retirada progressiva das artes pláticas do Festival Multiarte F. R.
Ewerton Freitas